Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Caçador ilegal morre pisoteado por elefante e corpo é devorado por leões

O caso aconteceu no Parque Nacional Kruger, na África do Sul

Por Da Redação Atualizado em 18 fev 2020, 10h02 - Publicado em 9 abr 2019, 14h57

Um caçador ilegal de rinocerontes morreu pisoteado por um elefante e, em seguida, teve o corpo devorado por leões em um parque na África do Sul. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (5) pelos administradores do Parque Nacional Kruger, próximo à fronteira com Moçambique.

De acordo com o comunicado, outros caçadores estavam no local quando a vítima foi pisoteada. As testemunhas entraram em contato com a família do caçador. Os guardas do parque iniciaram a busca pelo corpo na quinta-feira (4).

A nota foi divulgada pelo Twitter. Na publicação, os administradores afirmam que “o Parque Nacional Kruger está ajudando a família recuperando restos do corpo de um suspeito caçador morto por um elefante”.

Continua após a publicidade

“Os restos de um corpo foram descobertos. Indícios encontrados na cena sugeriram que um bando de leões devorou os restos mortais, deixando apenas um crânio humano e um par de calças”, diz o comunicado.

O chefe do parque, Glenn Philips, prestou condolências aos familiares do caçador e reiterou que entrar ilegalmente no local e a pé é imprudente. “Traz muitos perigos – e esse incidente é prova disso”, afirma.

Os outros quatro caçadores que estavam com a vítima foram detidos e devem comparecer a uma audiência. As datas ainda não foram confirmadas.

Leia mais: Prematura, bebê que ficou sozinha por meses foi adotada por sua enfermeira

+ Família procura avó e neta que desapareceram durante forte chuva no Rio

Siga CLAUDIA no Youtube

Continua após a publicidade
Publicidade