CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Cabeleireiro de famosas é desligado após denúncias de assédio

Após onda de acusações, o profissional não faz mais parte do time de sócios das unidades de São Paulo e Rio de Janeiro

Por Da Redação Atualizado em 11 ago 2021, 18h39 - Publicado em 11 ago 2021, 15h05

O cabeleireiro Bruno Dantte, que já cuidou dos cabelos de famosas, como Samara Filippo, Cacau Protásio, Fabíula Nascimento e Vanessa da Mata, foi acusado de assédio por funcionárias e clientes.

Especialista em cabelos ondulados, cacheados e crespos, Bruno atendia em salões conceituados no estado do Rio de Janeiro e São Paulo.

A onda de denúncias contra o profissional teve início com a cabeleireira Pazin, que relatou em suas redes sociais que foi vítima de assédio moral por parte de Bruno Dantte.

A paulistana se mudou para o Rio de Janeiro para trabalhar com o expert. Com as ofensas ao seu trabalho, Pazin atuou ao lado de Bruno por apenas três semanas, quando foi demitida.

Após o seu relato, outras vítimas também se manifestaram. Com isso, Bruno se afastou das atividades e empresas as quais gerencia por tempo indeterminado até que as denúncias sejam elucidadas. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do cabeleireiro para o Metrópoles por meio da seguinte nota:

“A assessoria de imprensa do empresário e cabeleireiro Bruno Dantte informa que, devido aos últimos acontecimentos, o mesmo optou por afastar-se de suas atividades e empresas por tempo indeterminado até que todos os fatos sejam esclarecidos e cessem os ataques difamatórios que lhe estão sendo indevidamente veiculados nas redes sociais. A assessoria jurídica do empresário já está tomando as medidas cabíveis e necessárias. Bruno deixa registrado que lamenta profundamente o ocorrido e que não compactua com nenhum tipo de comportamento abusivo”.

O cabeleireiro também se manifestou em nota, negando as acusações. “Alguns relatos em que atribuem a mim ter sido inconveniente com as mulheres com as quais flertei não refletem com exatidão o que vivi”, disse.

No entanto, ele não descarta a possibilidade de ter agido de forma equivocada“Importante dizer que não quero deslegitimar a fala de ninguém e tampouco me eximir de minhas responsabilidades por eventuais equívocos imbuídos de eventual masculinidade tóxica, mas peço que entendam que estou também em processo de desconstrução, que é contínuo. Reconheço erros e por isso estou aberto ao diálogo e peço desculpas a todas que se sentiram constrangidas”, escreveu.

Continua após a publicidade

Nas redes sociais, Samara Felippo, que levava as filhas para cuidar do cabelo com o profissional, falou sobre o caso. “Muitas mulheres chegaram lá através da minha indicação, então deixo aqui toda a minha solidariedade, todo o meu apoio às vítimas”, comentou no Instagram.

A atriz Fabiula Nascimento também alertou para a seriedade das denúncias. “Assédio é crime. Toda a minha solidariedade às vítimas. Sinto muito. Obrigada pelo alerta e pela coragem”, escreveu.

Fim de sociedade

Após a manifestação da assessoria de imprensa, a unidade do salão de cabeleireiro Bruno Dantte de São Paulo anunciou em sua página oficial do Instagram, nesta terça-feira (10), o desligamento do sócio e profissional em questão.

“Estamos impressionados e chocados com os relatos”, diz o post. “Respeitamos a sua trajetória profissional, mas decidimos, em conjunto, trilhar o nosso próprio caminho, com profissionais que há tempos estão nessa caminhada conosco e que merecem todo nosso respeito e admiração.”

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Unidade | Vila Mariana SP (@brunodantte.sp)

A marca carregava um único nome, mas dezenas de profissionais trabalharam em conjunto para construí-la e não seria justo desampará-las nesse momento. Também não é justo que sejam cobradas por possíveis atos de qualquer outra pessoa ou que tenham toda sua credibilidade profissional questionada, construída em anos de esforço e muito trabalho”, argumenta o perfil do estabelecimento.

Assim, informamos que o sócio que dá nome à marca não fará mais parte dos nossos quadros societários, estando desligado e afastado de todos os nossos projetos e ações. Estamos tomando todas as providências jurídicas para retirada”, diz.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade