Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Brasileira morta a facadas por terrorista em Nice era cuidadora de idosos

"Digam a meus filhos que os amo", teria dito a brasileira, segundo relato de testemunha do ataque terrorista em Nice na França

Por Da Redação Atualizado em 30 out 2020, 11h49 - Publicado em 30 out 2020, 11h44

A brasileira Simone Barreto, de 44 anos, uma das três vítimas do atentado terrorista em Nice, na França, tinha nacionalidade francesa e morava na Europa desde 1995. Com formação de cozinheira, segundo reportagem do G1, seu sonho era rodar o mundo em um food truck, segundo contou uma amiga à reportagem.

Ela, que trabalhava atualmente como cuidadora de idosos, tinha três filhos, e foi uma das três vítimas do agressor que, com uma faca entrou na basílica de Notre-Dame de Nice às 9h, no horário local, na quinta-feira, 29. Além de Simone, o terrorista, um tunisiano de 21 anos, identificado como Brahim Aouissaoui matou um homem, o sacristão, e uma mulher, que teria sido degolada. Ferido a bala pela polícia, ele está hospitalizado.

Gravemente ferida, Simone conseguiu sair da igreja e se escondeu em um restaurante em frente ao local. Entrevistado pela TV France Info, o dono do restaurante disse que ela chegou coberta por sangue e que faleceu cerca de uma hora e meia depois do ataque.

Segundo o site Antagonista, a emissora francesa de televisão TV BFM entrevistou testemunhas e, em um dos relatos, uma mulher teria contado que Simone teria dito “digam a meus filhos que eu os amo”, após o ataque.

Em nota, o governo brasileiro comunicou “suas profundas condolências aos familiares e amigos da cidadã assassinada em Nice, bem como aos das demais vítimas, e estende sua solidariedade ao povo e governo franceses”.

O governo também expressou “repúdio a toda e qualquer forma de terrorismo, independentemente de sua motivação, e reafirma seu compromisso de trabalhar no combate e erradicação desse flagelo, assim como em favor da liberdade de expressão e da liberdade religiosa”.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade