CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Atleta queniana é encontrada morta em casa. Marido é o principal suspeito

Após barulhos de uma discussão, vizinhos de Agnes Jebet Tirop encontraram o corpo da corredora esfaqueado

Por Da Redação 13 out 2021, 14h28

A atleta e recordista mundial dos 10 mil metros, Agnes Jebet Tirop, foi encontrada esfaqueada e morta em sua casa na cidade de Iten, no Quênia, conforme anunciou pelo Twitter a federação de atletismo do país nesta quarta-feira (13). 

Agens foi achada já sem vida por vizinhos após eles perceberem uma discussão na noite de ontem. O principal suspeito do crime é o marido da atleta, um policial que está desaparecido.

“Tirop foi encontrada morta em sua casa em Iten depois de ter sido supostamente esfaqueada por seu marido”, dizia o comunicado da federação. “Ainda estamos trabalhando para descobrir mais detalhes sobre sua morte.”

Aos 25 anos, a corredora de longa distância tinha duas medalhas de bronze, conquistadas nos mundiais de atletismo pelos 10 mil metros em 2017 e 2019. Recentemente, nas Olimpíadas de Tóquio, a atleta competiu nos cinco mil metros da modalidade, conquistando o quarto lugar. 

Além das medalhas, Agnes também se tornou recordista mundial após competir pelos 10 mil metros em um torneio na Alemanha no mês passado. Realizando o percurso em 30 minutos e 1 segundo, ela bateu por 28 segundos o recorde da marroquina Asmae Leghzaoui, que durava desde 2002.

“O Quênia perdeu uma joia, que era uma das gigantes do atletismo em ascensão mais rápida no cenário internacional”, afirmou a federação. “Oramos para que Deus conceda força à família e aos amigos neste momento difícil.”

Continua após a publicidade

Publicidade