CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Adolescente de 16 anos desaparece após sair de festa

Apenas seu celular foi encontrado por grupo de voluntários que participa das buscas

Por Pamela Malva 26 out 2018, 15h26
Desaparecida no sábado, 20, a jovem Rayane Paulino, 16 anos, agora está sendo procurada por um grupo de voluntários, além da Polícia Civil. A menina sumiu depois de uma festa em um sítio deMogi das Cruzes.

Todos do grupo, pessoas especializados em busca e resgate, se uniram nessa quinta, 25, e começaram as buscas em Mogi, passando por Guararema e terminando em Jacareí.

Os investigadores da Polícia Civil, por sua vez, passaram o dia fazendo buscas pelas estradas da região do Botujuru. Além das ruas por onde Rayane pode ter passado, um dos destinos dos especialistas foi o sítio onde a menina foi vista pela última vez, local onde a festa aconteceu.

Leia mais: Mais de 300 personalidades lançam manifesto contra Bolsonaro

Foi durante a investigação com os cães, entre as margens da Rodovia Mogi-Guararema e o quilômetro 170 da Rodovia Presidente Dutra, que o celular da garota foi encontrado.

Na noite do desaparecimento, Rayane foi à festa com duas amigas. Para as companheiras, a jovem disse que precisava ir embora mais cedo, e que seu pai viria buscá-la. Ainda não se sabe se ela saiu do sítio sozinha ou acompanhada.

Por volta das 5h do domingo, 21, os pais dela perceberam que Rayane ainda não havia ligado e estranharam o comportamento. Segundo o casal, eles tentaram falar com a menina, mas não receberam qualquer resposta.

Leia mais: Barriga de Meghan fica evidente em look escolhido para evento em Fiji

O que os pais mais estranharam, é que a filha sempre avisava seus planos e para onde ia. Rayane também não tem nenhum namorado.

Continua após a publicidade

Na segunda-feira (22), o casal espalhou vários cartazes pela cidade com fotos da jovem e o telefone da família para contato.

Quanto aos voluntários, o pai de Rayane, Marcio Paulino Alves, comentou, ao G1: “Ele apareceram por meio da rede social e estão ajudando na busca da minha filha. E peço mais uma vez que quem souber do paradeiro dela, que avise”.

“Está muito difícil. A gente não consegue dormir, está incessante esta busca. Eu só espero encontrar a minha filha o mais rápido possível”, completa o pai.

O delegado Rubens José Ângelo, encarregado do caso, preferiu não gravar qualquer entrevista para não atrapalhar as investigações.

Veja mais: Guarda-costas de Meghan Markle e Príncipe Harry é uma mulher

Siga CLAUDIA no Instagram

Continua após a publicidade

Publicidade