CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Círculo cromático na moda: como montar looks coloridos e estilosos

Aprenda a compor com cores complementares, análogas ou o clássico tom sobre tom

Por Naiara Taborda Atualizado em 24 mar 2022, 18h51 - Publicado em 26 mar 2022, 08h35

Os looks coloridos nunca estiveram tão em alta. Depois de quase dois anos de incertezas e medos – além dos incontáveis pijamas e moletons, grandes companheiros deste extenso lockdown  – a moda parece ressurgir mais divertida e cheia de personalidade, em um movimento de ruptura para deixar de vez o mood melancólico para trás. E para quem quer embarcar na tendência e acertar em cheio nas composições com cores, o círculo cromático (muito utilizado na decoração e na arte) é um grande aliado.

Antes de partir para a parte prática, vale saber um pouco mais não só sobre as motivações deste movimento, como também sobre a maneira como as cores impactam o nosso visual. “Muito do que está acontecendo na moda tem a ver com o rebote e a compensação pelo tempo que passamos de tristeza. Estamos vendo bastante o vestir para se sentir feliz, e a cor passa essa alegria. É um elemento relativamente fácil de usar, porque você pode aplicar em modelagens simples e que te deixem confortáveis, mas que ao mesmo tempo têm muito impacto. As cores intensas e saturadas, sejam primárias (azul, magenta e amarelo) ou secundárias, são sempre facilmente percebidas e muito marcantes, ajudando as pessoas a construírem memórias sobre nós “, explica a consultora de imagem e estilo Ana Vaz.

Círculo cromático
Círculo cromático. Claudia/CLAUDIA

Compreendendo o círculo cromático

O círculo cromático nada mais é do que um círculo onde podemos acompanhar as composições das cores, saturação e luz. Quando pensamos em combinações de cores, podemos pegar o círculo e escolher três maneiras de compor que vão garantir que elas combinarão entre si: pegar duas cores de lados opostos do círculo, chamadas de cores complementares, eleger cores que estejam próximas, chamadas de cores análogas – ou optar pela variação de tonalidades de uma mesma cor, que resulta no monocromático.

look com cores complementares
Cores complementares deixam o look moderno e impactante. Fotos: Vladimir Yelizarov| Unsplash; Godisable Jacob/Pexels

Cores complementares

Cores complementares nada mais são do que duas cores opostas, mas que – como diz o nome – se complementam, naquela velha fórmula do quente com frio. Vermelho e azul, roxo e amarelo e verde com pink são alguns exemplos que são bastante explorados pela moda e que dão muito certo! Vale dizer que, quando vibrantes ou puras, elas resultam em produções bastante modernas e impactantes. Caso queira um visual mais discreto, a dica é optar pelas versões com mais branco ou preto na composição – ou seja, as clarinhas ou as bem escuras e fechadas.

look com cores análogas
Cores análogas, como vermelho e laranja, são fáceis de combinar. Godisable Jacob/Pexels

Cores análogas

Cores análogas costumam ser fáceis de combinar, já que já estamos bem acostumados a vê-las próximas. Bons exemplos são o vermelho com pink, laranja com amarelo, verde com azul e azul com roxo. Você pode optar por colocar todas com peso parecido (bem vibrantes, bem lavadas ou bem fechadas), ou variar para composições mais ousadas.

Continua após a publicidade

looks monocromáticos
Tons monocromáticos são elegantes e alongam a silhueta. Marcus Silva; Godisable Jacob/Pexels

Monocromático

Monocromático não significa usar uma mesma cor idêntica em todo o look. Apesar de ser possível, isso acaba deixando a sua composição mais monótona. Prefira criar o famoso tom sobre tom, mudando a intensidade da cor escolhida. Aliás, vale dizer: o efeito de alongamento da silhueta permanece mesmo quando essa variação existe, e o branco e o preto, que são luz e ausência de luz, não contam, certo?

look colorido
Looks coloridos são aceitos em qualquer ocasião, basta variar modelagens e estilo das peças. Godisable Jacob/Pexels

Do escritório ao happy hour

Você evita a composição com várias cores por achar que elas deixam o visual muito informal ou ousado? Então pode ficar tranquila: apesar de serem sim mais chamativas, elas já cabem em qualquer ocasião. “Nós estamos vendo uma abertura muito grande das empresas para o que antes era tabu, tanto em cores, quanto em modelagens, com a aceitação de peças mais confortáveis e casuais. Hoje, até mesmo roupas esportivas acabam entrando nos looks profissionais. A verdade é que, depois de dois anos de pandemia, mesmo os seguimentos muito tradicionais desceram alguns degraus na formalidade. Como o dress code está mais hibrido, podemos combinar modelagens clássicas com cores mais modernas ou casuais, e vice-versa, para uma produção equilibrada”, indica.

look colorido
Godisable Jacob/Pexels

Para começar com segurança

Ainda está insegura? Calma, como tudo na vida, combinar cores é uma questão de treino: “Tente achar dentro do seu guarda-roupa algo que possa ser usado para compor o seu bloco de cores, porque o seu cérebro tende a te sabotar quando você veste algo muito diferente do que está acostumado. É como uma reação de alerta por falta de familiaridade. Vá fazendo um treino, trazendo duas peças ou acessórios com cores diferentes para usar em casa e ir se acostumando.”

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade