CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Regina Casé volta a esquentar os domingos

Regina Casé fala sobre as novidades da nova temporada do "Esquenta"

Por Redação M de Mulher Atualizado em 17 jan 2020, 09h03 - Publicado em 11 dez 2011, 21h00

Regina Casé revela que a nova temporada do programa está muito mais animada
Foto: Divulgação – Rede Globo

Cheia de gás e ainda mais magra e feliz, como ela faz questão de afirmar, Regina Casé volta com a corda toda para comandar a segunda temporada do Esquenta. Junto com a equipe, a apresentadora reuniu a imprensa para falar sobre as novidades do programa. “A gente está muito animado, achando essa temporada mais incrível do que a do ano passado”, compara Regina, ao lado da diretora Mônica Almeida.

Envaidecida por ter sido considerada a “celebridade mais conservada do país”, em pesquisa publicada pela revista VEJA, Regina não perdeu a oportunidade de mostrar o quanto ficou envaidecida com a matéria. “Engraçado isso, porque nunca fiz plástica nem coloquei botox. O que ajudou é que emagreci e comecei a chamar a atenção por causa disso. Passaram a reparar em  mim. Pode colocar que sou a celebridade mais conservada do Brasil”, disse, orgulhosa, Regina.

O que o público pode esperar na nova temporada do programa?
Quadros novos. Teremos o Calourão, a Biblioteca, a Gostosa do Litoral… Ah, e tem o Fábio (Porchat), que agora está fixo com a gente.

Algum deles foi ideia sua?
O Calourão. Sou louca por programas de calouro. Sempre fui! Amo! Queria muito ter um na temporada anterior, mas ainda era a primeira vez do programa e a gente morria de medo de fazer!

Continua após a publicidade

Como vocês chegam até os participantes dos quadros? Vai ter prêmio?
Ainda não dá para se inscrever, porque o programa não está no ar. Mas daqui a uns dois episódios, já vai dar para fazer alguma coisa por meio do site. Por enquanto, o pessoal da pesquisa vai para a rua e pergunta quem quer concorrer. No episódio da “Ném Mais Ném”, eu conhecia uma, que vi em Santa Cruz. Quanto ao prêmio, é sempre algo que tenha a ver com a situação. No concurso das “Nens”, por exemplo, a ganhadora levou um capacete rosa florido com brilhos para passear com o motoboy dela (risos).

Uma vez você declarou que tinha medo de bancar um programa de auditório. Mudou alguma coisa?
Estou mais segura. Sou extrovertida, animada, as festas lá em casa são boas e isso é um bom começo para fazer um programa com muita gente. Só me via suada, descabelada no meio de uma multidão… Não sabia se saberia. Como deu certo, neste ano não estou apenas mais segura. Estou mais feliz, mais tranquila e muito menos estressada. Antes, queria controlar tudo. Agora estou curtindo mais.

Regina Casé volta a esquentar os domingos

Regina Casé com o marido, Estevão, e o Fábio Porchat, que entrou para o elenco fixo do programa
Foto: Divulgação – Rede Globo

Você não gostaria que o Esquenta fizessse parte da grade fixa da Globo?
Quando o programa estreou, a Globo convidou para fazer o ano todo. Isso foi conversado exaustivamente. Pelo menos, do ano passado para este, não achei boa ideia. Seria bom ter um no meio do ano, o de São João, para matar a saudade. E deu tão certo! Assim ele tem frescor, é uma festa.

Tem medo de o Esquenta esfriar?
Não é medo de esfriar. Acho que a gente faz um programa bonzão. Mas, caso o estendesse, o Esquenta não teria essa cara, viraria outra coisa. Não sei se seria mais legal ter essa opção de rolar o ano todo. Gosto do programa, assim, da maneira que está.

Quando lhe perguntam qual é o momento inesquecível do programa, o que lhe vem à cabeça?
A pastora Ana Lúcia. Vocês vão ver no ar, no dia 10 de janeiro. Foi incrível! Porque ninguém a conhecia e, mesmo assim, a plateia ficou tomada. Agora, para o público, foi no dia em que fui falar com o Estevão e entoamos juntos a música Conselho, que foi a que cantei para ele quando Estevão conseguiu ficar de pé pela primeira vez depois do acidente. Até hoje, quando ando na rua, as pessoas falam desse momento. Foi muito forte!

Continua após a publicidade

Publicidade