Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Meghan Markle e príncipe Harry são barrados em restaurante

Chef premiado de Vancouver proibiu presença do casal real durante férias no Canadá.

Por Da Redação - Atualizado em 29 dez 2019, 09h45 - Publicado em 28 dez 2019, 11h51

Após serem criticados pela imprensa britânica e ainda excluídos da foto de Natal da rainha Elizabeth II, na sexta-feira (27) príncipe Harry e Meghan Markle foram barrados em um restaurante: de férias no Canadá com o filhinho, Archie, de 7 meses.

O casal tentou ir ao luxuoso e premiado Deep Cove Chalet, em Vancouver, mas não foram aceitos. De acordo com a entrevista que a dona do estabelecimento, Bev Koffel, concedeu ao jornal Vancouver Sun, o marido dela, o badalado chef Pierre Koffel, vetou a presença do duque e da duquesa de Sussex.

O motivo é que, para os nobres irem a qualquer lugar eles precisam levar um equipe de segurança imensa, uma exigência a todos os membros da Família Real. “Vamos ver o que acontece”, disse Bev, explicando que quando a entourage de Meghan e Harry ligou tentando fazer uma reserva ela logo percebeu de quem se tratavam os clientes especiais.

“Eles falaram ‘como você sabia que era a gente?'”, contou, explicando que não foi tão difícil desvendar o mistério com tantos requisitos para uma simples reserva.

Continua após a publicidade

O duque e a duquesa curtiram o Natal com a mãe de Meghan, Doria Ragland, de férias no Canadá.

Leia mais: Greta Thunberg será personagem de conto de fadas infantil

Após lesões, Madonna cancela último show da turnê

PODCAST – Horóscopo: Previsões astrológicas para todos os signos em 2020

Publicidade