Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Marília Mendonça é criticada por comentário transfóbico e pede desculpas

Internautas levaram a hashtag #Mariliatransfobica depois das falas da sertaneja durante live

Por Da Redação - Atualizado em 16 set 2020, 15h05 - Publicado em 10 ago 2020, 12h40

A cantora Marília Mendonça realizou uma live no último sábado (8), e chamou a atenção da web por conta de alguns comentários. Depois de contar uma história que aconteceu um de seus músicos, ela foi acusada de transfobia.

Durante a transmissão, o tecladista de sua banda pediu para que ela contasse a história de uma das músicas. “O que a gente combinou no ensaio, que a gente ia falar, não saiu nada ainda (…) eu sei que a próxima música aí tem história, e ninguém quer falar a história, é um acontecimento”, disse ele. 

A sertaneja disse não lembrar do ocorrido, e, após cantar a música “Sensível Demais”, da dupla Crystian & Ralf, ela deu continuidade ao assunto. “Eu acho que tô lembrada, foi quando um integrante nosso falou que tocava num lugar? Quem é de Goiânia lembra da boate Diesel, que tinha aqui em Goiânia”. 

A banda então começou a rir enquanto Marília dizia o que aconteceu naquela noite. “E aí não vou falar quem e nem vou falar o porquê, vou ficar calada. Quem lembra da boate Diesel, lembra da boate Diesel. Disse… que lá foi o lugar que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber”, disse a cantora. O local citado é uma boate LGBT, o que levou a crer que a história contada envolvia uma mulher trans ou bissexual.

Logo após a fala de Marília, o guitarrista da cantora completou: “era mulher mesmo”. Isso foi o suficiente para que as pessoas compreendessem que o deboche tinha viés transfóbico. Após a live, internautas se manifestaram contra o ocorrido e subiram a hashtag #Mariliatransfobica.

Depois da repercussão, nesta segunda-feira (10), a sertaneja usou sua conta no Twitter para se desculpar. “Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões. De todo o coração. Aprenderei com meus erros. Não me justificarei”, escreveu ela. 

Conversando sobre notícias ruins com as crianças

Continua após a publicidade
Publicidade