Clique e assine com até 75% de desconto

Marcos, Emilly e Marinalva bancam o Aladdin em prova do líder

Brothers precisam sobreviver em meio a muito gelo seco e música incidental de deserto.

Por Fábio Garcia Atualizado em 20 jan 2020, 16h30 - Publicado em 7 abr 2017, 22h50

Com apenas seis dias faltando para o término dessa temporada do Big Brother Brasil, os três competidores que foram classificados na prova de ontem poderão disputar uma das lideranças mais decisivas. Como lembrou o Tiago Leifert, quem não ganhar tem grandes chances de ser emparedado.

A prova do tapete mágico tem um funcionamento simples: Marcos, Emilly e Marinalva estarão sentados em tapetes mágicos flutuantes, e precisarão aguentar firme e forte lá. De tempos em tempos, uma televisão mostrará uma contagem regressiva, e os brothers terão aqueles poucos segundos para apertarem um botão que ficam acima de suas cabeças.

Eles não podem deitar, não podem dormir e nem atender a chamados da natureza. Durante o desenrolar da prova, o tapete vai dar umas balançadas, mas não chegará a ser como um touro mecânico. O líder será quem ficar no tapete mais tempo, e poderá indicar alguém no paredão a ser formado amanhã.

Publicidade