Famosas condenam vídeo machista de torcedores brasileiros

Escândalo que envolve brasileiros continua a repercutir nas redes sociais

Desde o último domingo (17), circula nas redes sociais um vídeo em que torcedores brasileiros, na Rússia, cercam uma mulher e fazem com que ela repita uma música com referências sexuais à própria genitália. Sem entender o idioma, a moça assim o faz e é exposta em uma gravação.

A atitude dos rapazes, entre eles o ex-secretário de Turismo de Ipojuca, Diego Valença Jatobá, desencadeou um movimento de repúdio e indignação. Mulheres anônimas usaram a web para criticar a conduta rapazes que insultaram a jovem e famosas se uniram ao coro:

IVETE SANGALO, cantora

“Lamentável que muitos de um mesmo grupo participam desse papelão machista. Falta de lisura, de educação, de hombridade. Sinto tanta vergonha por vocês”, escreveu.

BRUNA LINZMEYER, atriz

“Não é engraçado. É machismo. Misoginia. E vergonha. Muita vergonha”, escreveu.

ASTRID FONTENELLE, jornalista e apresentadora

“A essa altura do campeonato muita gente já viu o vídeo que domingo viralizou na rede – babacas brasileiros cantando musiquinha escrotíssima, fazendo uma jovem russa se unir ao coro machista.  Não postarei o vídeo porque tenho nojo! Pouco poderemos fazer judicialmente. A vítima poderia. Mas aqui apelo que espalhemos a cara desses babacas. Assim poderão ser punidos nas suas casas (uma vergonha pra família) e nos seus empregos! Nojo! Às mães desses idiotas, meu sincero pesar. Ninguém cria um filho pra dar nisso!”, escreveu.

LUISA ARRAES, atriz

“Não é engraçado. É machismo. Misoginia. E vergonha. Muita vergonha”, escreveu também.

TAÍS ARAÚJO, atriz

“Não é engraçado”, escreveu.

FERNANDA LIMA, atriz e apresentadora

“Brincadeira de mau gosto, de brasileiros, na Rússia com uma mulher que sequer sabia o que estava repetindo. Não é engraçado. É machismo. Misoginia. E vergonha. Muita vergonha”, escreveu.

ELIANA, apresentadora

“Cresçam como seres humanos, melhorem seus valores, peçam desculpas e aprendam que ninguém mais vai tolerar estas ofensas, tamanho desrespeito e este machismo que certamente deve enojar suas esposas, mães e filhas. Que vergonha. Vocês não representam o Brasil do bem”, escreveu.

MONICA IOZZI, jornalista e atriz

“Nojo. Vergonha. Revolta. Me recuso a postar o vídeo aqui. Me recuso a divulgar cenas que propaguem ódio, desrespeito, humilhação. Mas eu não conseguiria não falar sobre este vídeo horrendo. Constrangida por ver meu país sendo representado mundo afora por este tipo de gente. Indignada ao ver mais uma mulher sendo tratada com tamanho escárnio e desrespeito”, escreveu.

GIOVANNA LANCELLOTTI, atriz

“Desculpa, Rússia, pelo papelão que alguns brasileiros fizeram questão de representar aí”, escreveu.