Entenda os processos que Meghan e Harry abriram contra a imprensa

No começo de outubro, foi confirmado que o casal entrou na Justiça contra alguns tabloides britânicos

Pouco após o anúncio de que Meghan Markle está processando um jornal britânico por divulgar uma carta confidencial destinada a seu pai, foi a vez de Harry entrar na Justiça contra a imprensa do Reino Unido por um suposto hackeamento de seu celular no começo dos anos 2000. A ação foi rapidamente confirmada pelo Palácio de Buckingham. Abaixo, reunimos o que se sabe até o momento sobre ambos os casos.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

Não é de hoje que Thomas Markle, pai de Meghan, tem criado confusões para o casal real. Na época do casamento, ele tentou vender fotos aos tabloides britânicos e acabou ausente da cerimônia, não acompanhando a filha até o altar. Isso não o impediu de continuar concedendo entrevistas à mídia, sendo que em uma dessas oportunidades ele revelou sobre a famosa carta em que a duquesa lhe pedia que parasse com esse comportamento. O jornal Mail on Sunday chegou até a compartilhar alguns trechos da mensagem. “Quase metade da carta foi omitida”, diz um documento da ação aberta por Meghan. “As partes suprimidas demonstram o cuidado da requerente para com seu pai e outros, além de suas preocupações sobre a mídia britânica estar explorando seu pai”.

Meghan e seu pai, Thomas Markle

Meghan e seu pai, Thomas Markle (Thomas Markle/Arquivo Pessoal/Reprodução)

Mas a carta não é a única coisa que motivou Meghan a acionar a Justiça. Ainda de acordo com o documento, a Duquesa de Sussex está processando o Mail on Sunday por fabricar falsas histórias para criar uma negativa imagem de sua pessoa. É o caso das matérias que revelam os excessivos gastos de Meghan e Harry na reforma de sua casa ou do vultuoso chá de bebê organizado em Nova York, para o qual sua mãe, Doria Ragland, supostamente não foi convidada. “O chá de bebê (que na verdade custou apenas uma pequena fração dos 300 mil dólares falsamente divulgados no artigo) foi organizado e conduzido por uma de suas melhores amigas da universidade. As 15 convidadas que compareceram ao evento são amigas próximas, algumas há mais de 20 anos”, informa o texto. E prossegue garantindo que Doria foi sim convidada, mas não pode comparecer por compromissos de trabalho.

Quanto ao caso de Harry, o processo é uma resposta a um escândalo de hackeamento de celulares realizado pelo The Sun e que envolveu números não apenas da Família Real, mas de variadas celebridades. Segundo a revista People, o processo pode ser fruto das preocupações de Harry com sua família. “Ele está buscando meios de proteger Meghan e está preocupado com Archie. Ele quer proteger seu lar e esta é a única maneira que encontrou de fazer isso”, contou uma fonte.

Esta não é a primeira vez que a família real recorre aos meios legais contra a imprensa. Em 2017, William e Kate venceram um processo contra um tabloide francês que havia publicado fotos dela fazendo topless durante férias tiradas em 2012.

Leia também: Influencer plus size recria looks de Meghan e é alvo de gordofobia

+ Rainha Elizabeth está triste com príncipe Harry

PODCAST – Por que não sinto vontade de transar?