Por que o depoimento do ex-marido de Najila ajudou Neymar

As declarações feitas pelo ex-marido da modelo podem ter abalado ainda mais a credibilidade da acusação de estupro

Estivens Alves, ex-marido de Najila Trindade, prestou dois depoimentos à Polícia Civil sobre a acusação de estupro que a modelo fez contra Neymar Jr. No entanto, nenhuma das declarações do rapaz ajudou a ex-mulher. Pelo contrário, elas podem ter auxiliado à delegada a tomar a decisão de não indiciar Neymar. As informações são da última edição do Fantástico, exibida no domingo (4).

Nos depoimentos, Estivens disse que Najila nunca citou estupro nas conversas que tiveram. Ele também contou que o vídeo gravado por ela no quarto de hotel em Paris não continha provas que incriminassem Neymar.

Veja o que está bombando nas redes sociais

O ex-marido ainda descreveu no depoimento o que havia no restante da gravação e falou que a modelo estava chateada porque foi abandonada pelo jogador, que tentava acalmá-la. A versão de Najila é diferente.

Essas declarações beneficiaram o jogador. No entanto, não foram apenas os depoimentos do ex-marido de Najila que levaram a Polícia Civil a não indiciar Neymar. A modelo prometeu entregar várias provas, mas não cumpriu, o que comprometeu a credibilidade da acusação.

Ademais, os laudos médicos, feitos dias depois do suposto estupro, não atestaram abuso sexual e testemunhas afirmam que Najila nunca citou estupro antes de registrar o boletim de ocorrência.

O advogado da modelo, Cosme Araújo, considera precipitada a decisão da delegada de não indiciar o jogador. “O inquérito é inconclusivo. O Ministério Público pode indiciar o jogador e pedir novas diligências e o processo pode caminhar normalmente”, afirmou ao G1 na época em que o inquérito foi concluído.

Leia também: Homem finge ser policial federal para seduzir e aplicar golpes em mulheres

+ Mulher relata agressão brutal em famosa casa noturna de São Paulo

Carga mental: você se sente sobrecarregada em casa?