Najila será investigada por falsa comunicação de crime, diz Polícia

Inquérito que apurava denúncia de estupro foi finalizado na última segunda (29)

Najila Trindade, que acusou Neymar de estupro, será investigada por falsa comunicação de crime ou denunciação caluniosa, diz a Polícia Civil de São Paulo.

Na segunda-feira (20), Juliana Lopes Bussacos, delegada responsável pelo caso, concluiu o inquérito que investigava a suposta violência do jogador contra a modelo. O Ministério Público tem 15 dias para se manifestar. A investigação foi finalizada antes mesmo de as imagens do quarto de hotel em Paris chegaram às mãos da delegada.

Veja o que está bombando nas redes sociais

De acordo com o diretor do Departamento de Polícia Judiciária (Decap), Albano de Paula Santos, “todo mundo que movimenta o estado, a polícia, por uma inverdade pode ser punido, e existe esta investigação, sim”.

Cosme Araújo, advogado de Najila, disse que aguarda ter acesso ao relatório do novo inquérito para se pronunciar.

Leia também: Patrícia Poeta se emociona ao falar de morte de colega da Rede Globo

+ Ex-atriz da Globo quase perde a mão após mordida de gato e faz alerta

Relacionamento abusivo: saiba se você está em um no podcast Senta Lá, CLAUDIA