Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Do circo para os vocais: Conheça a cantora Luísa Nascim

A vocalista de Luísa e os Alquimistas canta em 5 idiomas e representa a autenticidade da música nordestina

Por Raíssa Basílio
24 jun 2023, 11h27

Luísa Nascim faz parte da banda Luísa e os Alquimistas, que tem 7 anos de estrada, 4 álbuns de estúdio e 2 EPs. A artista, que canta em 4 idiomas, mostra o talento e a representatividade da mulher nordestina, ela é natural de Natal, no Rio Grande do Norte. Neste sábado (24), a banda faz um show no Cine Joia, em SP, de lançamento do EP “Luísa e os Alquimistas Especial de São João”, trazendo um pouco de calor para o inverno paulista.

A banda Luísa e os Alquimistas
A banda Luísa e os Alquimistas (@larinhardantas/Instagram)

Luísa Nascim e sua banda fazem um som tão autêntico que chega a ser complicado de definir. Há uma mistura de música pop, contemporânea, ritmos latinos, brega e também do punk. É uma pluralidade musical, que traduz muito do Brasil. A cantora fez um pocket show no Women’s Music Event, que aconteceu no último final de semana, e por lá, tivemos a oportunidade de conversar com com ela.

“Eu sou um artista muito difícil de definir. Eu sou fã de Joelma a Evanescence, digamos assim. Com a banda, a gente criou o estilo brega punk, um som pesado junto com o brega bem dançante. Eu curto de tudo, ouço muito blues, pop e reggae, que foi a minha base junto ao dancehall, da música jamaicana. Sou uma militante do brega, de todos os estilos. Eu estou produzindo uma festa aqui em São Paulo chamada Brega Night Dance Clube, discotecando também, super gosto de fazer essa pesquisa de brega e tudo mais. Eu também ouço muito reggaeton, música latina, eu sou apaixonada”, conta Luisa.

Dona de uma voz única, que consegue navegar muito bem nos estilos citados, o show de Luísas e os Alquimistas tem também covers, como de Rosalía e The Weeknd, é para todos os gostos.

“Antes dessa minha trajetória na música, eu sou multi-artista, já venho do circo. Dei aula de circo muito tempo sou acrobata aérea, eu faço tecido, que é uma modalidade de acrobacia aérea. Eu circulei o mundo e foi viajando que eu aprendi a falar outros idiomas. Durante as viagens com o circo que eu comecei a cantar nos espetáculos, então comecei a cantar por conta disso”.

Continua após a publicidade
Luísa Nascim, cantora da banda Luísa e os Alquimistas
Luísa Nascim e sua banda fazem um som tão autêntico que chega a ser difícil de definir. (@ianrassari/Instagram)

Antes de Anitta, Luísa Nascim já cantava em mais de um idioma, ok? “Eu canto e componho em quatro idiomas, português, inglês, francês e espanhol. Eu sou fluente em português, inglês e espanhol, já o francês eu dou uma arranhada”, conta.

Luísa merece e busca há um tempo mais conhecimento. Talento não falta e, atualmente, ela é uma das representantes da música nordestina atual, especificamente falando do Rio Grande do Norte. Afinal, nordeste não se restringe apenas a Bahia e Pernambuco. “Eu amo esses lugares, mas a região é muito maior e mais ampla, e a gente acaba sendo esquecida, por conta dessas potências financeiras maiores do nordeste no Brasil”, conta.

“Eu sinto que eu tenho um trabalho forte, se eu tenho oportunidade de estar em algum lugar, eu vou aproveitar essa oportunidade ao máximo e fazer o meu melhor. Eu tenho certeza que eu vou trazer pessoas para perto e que vão querer acompanhar mais. Então, o difícil é justamente furar a bolha isso e dito isso, com a pandemia ficamos sem fazer show, o que ficou ainda mais complicado. As apresentações ao vivo são realmente o espaço onde a gente conquista muitos fãs, mandamos muito bem no ao vivo. Nossos fonogramas são muito legais, mas eu acho que o show ainda supera isso. Então toda vez que a gente tem oportunidade de cantar eu tento agarrar porque eu sei que isso vai frutificar assim, é muito legal”, comenta.

Luísa Nascim, cantora da banda Luísa e os Alquimistas
Luísa Nascim, cantora da banda Luísa e os Alquimistas (@ianrassari/Instagram)

A cantora tem toda uma imagem, que também causa impacto: “Quando eu comecei, era totalmente diferente, meio hippie, tinha uns dreads e não usava maquiagem. Com o passar do tempo, passei a ter acesso a certas roupas e marcas, agora que estão começando a querer me vestir. É todo um processo. Ainda quero dar mais esse passo de trabalhar junto com stylist, gosto muito de fazer isso”.

Com um estilo tão único quanto sua música, Luísa diz que sempre fez de tudo dentro da banda, principalmente pela falta de recursos: “A precariedade e a falta de recurso faz a gente se desdobrar e se desenvolver em áreas que a gente nunca pensou. Eu gosto muito de maquiar, de me vestir, gosto de estar sempre diferente também. Sou meio camaleoa, cada hora uso um cabelo diferente e tal. Eu gosto muito de brincar com isso, surpreender e nunca aparecer da mesma”.

Para conhecer mais de Luísa e seu trabalho, veja um clipe de Luísa e os Alquimistas abaixo:

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.