5 mudanças capilares das leitoras de CLAUDIA para você se inspirar já!

Você está na dúvida sobre qual modelo de corte ou tom adotar? Veja o resultado dessas 5 mulheres que se jogaram no desafio de mudar o visual

Mudar de visual sempre é bom e nunca é demais. Por isso, CLAUDIA adora convidar suas leitoras para fazer mudanças capilares e ajudá-las a encontrar as melhores versões de si mesmas.

Confira o resultado de 5 mulheres e se inspire também a mudar o seu cabelo: 

Corte bob desfiado

Há meses a designer têxtil Claudia Costa, 39 anos, não estava feliz com seu cabelo. A combinação de coloração com alisamento tinha deixado os fios sem vida e bastante fragilizados. Além disso, com o desbotamento da antiga tintura, eles acabaram ficando manchados.

Diante do desafio proposto, o cabeleireiro Rodrigo Cintra, do Studio W Iguatemi, em São Paulo, sugeriu um corte bob desfiado. “É supermoderno, fácil de arrumar e dá mais movimento. Para as luzes, escolhi um tom mais frio, capaz de iluminar o rosto sem contrastar muito com a pele”. Para obter o efeito levemente ondulado, é só usar um babyliss largo em algumas mechas largas e ir soltando os cachos com as mãos.

 (Takeuchiss/CLAUDIA)

 

Corte médio com evidência nas pontas

Foram três anos duros. A geóloga Taís Castro perdeu o emprego e se divorciou. Com as duas filhas, trocou Belo Horizonte por São Paulo, conseguiu um trabalho e se encheu de esperança. Precisava de um look que representasse esse momento.

Para renovar o estilo, o cabeleireiro Rodrigo Cintra sugeriu um corte médio e mais evidente nas pontas. O repicado em camadas e a franja longa lateral dariam o movimento esperado. “Aproveitando o outono, sugeri ainda luzes acobreadas. O contraste ressaltaria o tom de pele dela”.

 (Takeuchiss/CLAUDIA)

Chanel moderno

Fabiana de Siqueira, 43 anos, é professora de crianças com necessidades especiais. A rotina dela exigia um corte prático, que permitisse prender o cabelo em um rabo de cavalo ou coque durante as aulas e deixá-lo mais arrumado nas horas de lazer.

A ideia do profissional Rodrigo Cintra foi uma chanel moderno. O corte, todo desfiado, exibe fios curtinhos atrás e mais compridos na frente. “Essa assimetria confere movimento, praticidade e mais volume. Com a mistura dos tons caramelo e loiro-dourado, chegamos a uma cor mais invernal”.

 (Ricardo Toscani/CLAUDIA)

Estilo bob alongado

A coordenadora administrativa Caren Fonseca, 47 anos, organiza tudo para que as equipes das publicações femininas da Abril (incluindo CLAUDIA) produzam conteúdos impecáveis. Desta vez, fomos nós que cuidamos dela.

Para os cabelos, Caren sempre teve dificuldade em dar volume e movimento a eles. Por isso, a sugestão do  cabeleireiro Rodrigo foi o estilo bob alongado (levemente mais comprido na frente), tendo a franja como destaque. “Ela faz toda a diferença para conseguir o balanço que buscávamos”, diz ele. As luzes em tom caramelo concentradas nas pontas iluminam o rosto discretamente.

 (Ricardo Toscani/CLAUDIA)

Corte em camadas com as pontas repicadas

Há dois anos, a publicitária Adriana Souza, 46 anos, decidiu abandonar a progressiva e parar de alisar os fios. O primeiro passo foi cortar bem curtinho para eliminar toda a química. Faltava, porém, encontrar um estilo para adotar de vez.

A escolha do profissional Rodrigo Cintra, do Studio W Iguatemi, em São Paulo, para o cabelo de Adriana foi um visual mais cheio, com os fios em camadas e as pontas bem repicadas na parte de cima. Luzes em tom caramelo reforçaram esse efeito.

 (Ricardo Toscani/CLAUDIA)

Leia também: Mais cor, por favor! 3 mulheres que mudaram o cabelo radicalmente

Moreno iluminado: tom de cabelo é um dos queridinhos das celebridades

Já votou no Prêmio CLAUDIA? Escolha mulheres que se destacaram