Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Rachel Jordan Especializada em imagem, comportamento e protocolos internacionais, Rachel Jordan é consultora, instrutora, palestrante e ministra cursos e workshops por todo o Brasil sobre imagem e comportamento no ambiente profissional

Entender seu corpo é o segredo para montar o guarda-roupa

A consultora de imagem Rachel Jordan dá dicas para você se sentir mais confortável e valorizar o formato do seu corpo

Por Rachel Jordan Atualizado em 18 Maio 2021, 20h19 - Publicado em 18 Maio 2021, 19h55

Os últimos anos têm sido marcados por um grande movimento de libertação do corpo feminino e de suas formas como jamais havíamos visto.

Atravessamos séculos como reféns de padrões estéticos impostos pela sociedade e presas a conceitos que não se enquadram mais aos tempos em que vivemos.

A fatura dessa cobrança sempre foi alta e nos causava angústia e insatisfação pelo fato de não nos sentirmos inseridas num padrão impossível estabelecido como o mais adequado ou bonito. Sufocamos nossa autoestima e amor-próprio. Mas esse tempo, felizmente, está cada vez mais no passado.

Evoluímos! E hoje podemos nos espelhar em corpos reais que nos deixam em paz com o que somos. Hoje a diversidade de formas nos mostra que não precisamos mais sofrer tentando nos encaixar num padrão que não corresponda ao nosso biotipo.

Cada mulher é única e tem sua própria beleza. É claro que o preconceito não desapareceu completamente e que muitas mulheres ainda se violentam para se enquadrar num padrão que as aprisiona e causa sofrimento.

Mas, de um modo geral, somos protagonistas da nossa história. De olho na grande transformação que o mundo está vivendo, diferentes segmentos, entre eles o da moda, abraçaram a diversidade de corpos e formas.

Como especialista em imagem e comportamento, entendo que já passou da hora de convivermos em paz com o nosso corpo e com as características que ele apresenta. Devemos nos guiar pelo nosso bem-estar e saúde. É o momento de darmos um basta nas imposições que não fazem mais sentido.

Compreender melhor seu corpo, se conhecer e experimentar bastante até achar o que combina mais com você e te agrada é o caminho para saber como valorizar o corpo e se sentir bonita.

Para facilitar, há cinco biotipos que englobam a maioria de nós: ampulheta, retangular, triangular, triangulo invertido e oval. Abaixo dou algumas dicas de como reconhecer seu biotipo para fazer escolhas acertadas que deixem você satisfeita.

Continua após a publicidade

Ampulheta

A mulher com esse biótipo tem ombros e quadris na mesma proporção e a cintura levemente mais fina. Vestidos com alças e modelagem mais justas, como os tubos, são práticos e valorizam essa forma.

Saias rodadas, lápis em viés ou evasê também são boas opções. Escolha tecidos de textura suave e com movimento.

Retangular

Mulheres que têm esse biotipo, também conhecido como silhueta H, possuem ombros e quadris alinhados, ou seja, o volume corporal é distribuído de forma proporcional.

Caso você queira dar mais atenção ao meio da silhueta, prefira blusas por fora da calça, saias soltas em tecidos com fluidez, assimetrias, linhas verticais e blazer com um botão.

Triangular ou A

Mulheres com quadris mais largos e ombros e cintura mais finos possuem esse tipo de formato, que é um biotipo muito comum entre nós, brasileiras.

Se preferir dar menos destaque aos quadris, opte por peças mais chamativas na parte superior. Os ombros, por exemplo, ficam mais valorizados com peças com riqueza de detalhes. Outra opção é usar pouco contraste de cor entre a parte de cima e de baixo, tecidos mais fluidos e peças de cores claras em cima e escuras embaixo. Além disso, calças de corte e saias evasês destacam ainda mais esse biotipo.

Triângulo invertido ou Y

Neste biotipo, as mulheres têm os ombros e as costas maiores e quadris mais estreitos. Valorize sua forma com roupas de tons mais escuros na parte superior e estampas na parte de baixo.

Camisas, calças mais amplas e corte evasê são boas escolhas para esse biótipo também.

Oval

O formato oval é caracterizado pela cintura mais larga do que ombros e quadris, que também apresentam volume maior.

Blusas modelo longo e por fora da calça são ótimas opções. Em relação às calças, as que mais favorecem esse biotipo são retas ou levemente afuniladas na barra.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade