CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS
Rachel Jordan Referência no mercado de consultoria de imagem, Rachel Jordan é especialista em comportamento profissional e atua como consultora, mentora e palestrante para empresas e pessoas que desejam desenvolver suas habilidades emocionais e alavancar a carreira. Co-autora do Livro À Sua Moda – 4Talks, Rachel também ministra cursos e workshops na área

Como criar uma relação mais humanizada no ambiente de trabalho

É possível se comportar de forma mais humana e solidária com quem está ao seu lado no ambiente profissional. Veja as dicas da especialista

Por Rachel Jordan Atualizado em 25 nov 2020, 09h36 - Publicado em 25 nov 2020, 14h00

Desde março, quando começamos a vivenciar todas as mudanças causadas pela pandemia, nossas relações pessoais e profissionais foram duramente atingidas. O ambiente de trabalho, para milhares de profissionais, migrou dos escritórios para a própria casa. E mesmo as corporações que, por força do trabalho desenvolvido, continuaram a funcionar presencialmente, se viram obrigadas a reavaliar conceitos e a forma de se comunicar com seus colaboradores. Em meio a tanta fragilidade emocional causada pela crise sanitária, todos se sentiram compelidos a rever valores e a humanizar ainda mais as relações profissionais.

A meu ver, a pandemia só acentuou esse comportamento que já vinha despontando como forte tendência dentro das corporações por exigência do mercado. Empresas modernas estão estimulando uma comunicação mais humanizada de olho numa mudança de padrão em âmbito mundial. Gestores conectados com as transformações de uma sociedade altamente globalizada, entenderam que a comunicação feita de cima para baixo, em que somente um fala, não faz mais sentido nos dias de hoje. É um formato que tem se mostrado negativo para o sucesso de qualquer empresa. Mais do que nunca é necessário entender a dor do outro, conhecer os perfis de colaboradores, entender suas necessidades, abrir os canais e adequar a comunicação interna e externa a essa nova realidade.

Se presencialmente a comunicação precisa ser clara e objetiva para não gerar mal-entendidos e um clima desagradável entre líderes e colaboradores, no sistema Home Office esse cuidado deve ser redobrado. Afinal, gestores e líderes precisam manter seus funcionários estimulados para que todos possam trabalhar sem sentimentos como ansiedade, estresse e medo. É fundamental que todos se sintam seguros e acolhidos. E a comunicação exerce um papel essencial nessa engrenagem. Todos precisam se sentir confortáveis e com liberdade para expor seus pontos de vista, apresentar suas ideias, e, fundamentalmente, serem ouvidos.

Não tenho dúvidas de que esse é um dos maiores desafios da gestão moderna. Afinal de contas, vivemos num mundo digital no qual grande parte de nossas interações se dá por meio de mensagens instantâneas, e-mails e redes sociais, mesmo quando trabalhamos presencialmente. Sem contar as videoconferências que se tornaram comuns, e quase obrigatórias, nesse novo cenário. Mesmo quando conhecemos a pessoa que vai receber a nossa mensagem, é essencial nos cercarmos de todos os cuidados, sermos educados e cordiais. Não podemos nos esquecer de que não estaremos ao lado da pessoa quando ela receber a mensagem, e não sabemos que leitura ela fará das famosas entrelinhas, não é verdade?

Diante de tantos detalhes que rondam uma comunicação eficaz, o melhor é sempre ser atencioso e empático na hora de transmitir de se comunicar no ambiente de trabalho. Se for conversar com um colaborador ou gestor presencialmente, se preocupe com seu tom de voz, com seu gestual e sua expressão facial. Muitas coisas estão em jogo dependendo da forma como você se posiciona diante de um colega de trabalho. Esteja aberto a ouvir o que o outro tem a dizer, tente entender o que as expressões e gestos de seu interlocutor estão tentando transmitir, seja empático.

Continua após a publicidade

Mas se a comunicação for por via digital, pense antes de escrever cada palavra. Uma frase ou uma palavra mal colocada podem ser interpretadas das formas mais variadas, é primordial evitar constrangimentos e mal-entendidos desnecessários. Abaixo algumas dicas de como se comportar de forma mais humana e solidária com quem está ao seu lado no ambiente profissional.

Seja objetivo

Trabalhamos em meio a muita correria para atender diferentes demandas. Seja objetivo e claro no que vai falar ou pedir. As pessoas não dispõem de muito tempo para ouvir longas explicações ou argumentações. Seja cauteloso, pondere no momento certo e, o mais importante, seja amável com quem estiver falando. Ser objetivo não significa ser mal-educado.

Escuta ativa

Se for procurado por um líder ou colaborador que deseja conversar sobre uma questão que está causando mal-estar, se disponha a ouvir atentamente. Procure entender a queixa da pessoa, se necessário, contraponha com empatia, entendo a dor do outro e propondo alternativas positivas para todos.

Home office mais humano

O trabalho em Home Office se apresentou com uma rotina totalmente nova para os funcionários de muitas empresas. Muitos precisaram fazer inúmeras readequações em sua vida para atuar no novo cenário. Gestores e líderes precisam exercer mais do que nunca uma relação humanizada com seus colaboradores. Entender suas demandas e ajudar na busca de soluções. Tenha calma e serenidade na hora de resolver uma questão profissional.

Continua após a publicidade

Publicidade