Como escolher a base ideal

Separamos dicas para lhe ajudar a encontrar o produto que mais combina com você

O que você busca em uma base? Acabamento levinho, como se estivesse sem maquiagem, ou mais cobertura? Com brilho ou sem? Independente do que você procura, temos certeza de que este guia poderá lhe ajudar. Veja a seguir como encontrar a base perfeita para o resultado que você deseja.

Efeito natural

 (Léo Fagherazzi/CLAUDIA)

Texturas aquosas, bem fluidas, são responsáveis por este acabamento, que uniformiza o tom e deixa o rosto com aspecto saudável. Versões com FPS são ótimas para quem busca praticidade no dia a dia. Aplique com pincel de cerdas macias.

Mate atual

Base mate em pele madura

 (Léo Fagherazzi/CLAUDIA)

Não é porque o acabamento é opaco que precisa ficar sem vida. “A versão moderna é mais aveludada e confortável (não extremamente seca) e permite até uma finalização com discretos pontos de brilho”, afirma o maquiador Raul Melo. A maioria das novas fórmulas já vem com essa proposta, mas, para aproveitar os produtos que você já tem, basta aplicar um hidratante levinho por baixo.

Superglow

Base com muito brilho em pele negra

 (Léo Fagherazzi/CLAUDIA)

O brilho exagerado pode não ser boa pedida para toda hora, mas vai bem quando o objetivo é um make para chamar a atenção. A base luminosa por si só não produz esse efeito. “É preciso reforçar com gloss ou cera facial”, diz Raul.

Brilho sutil

Base com brilho discreto em pele negra

 (Léo Fagherazzi/CLAUDIA)

Busca uma pele iluminada na medida? O tipo acetinado é o ideal para você. Fica entre mate e glow e permite sobreposição de camadas conforme a necessidade de aumentar a cobertura.

Leia também: 8 sérums queridinhos de quem ama cuidar da pele

+ Desodorante natural é alternativa amiga do meio ambiente

Siga CLAUDIA no Youtube