Sete homens são detidos por estupro coletivo a menina de 16 anos

Quatro suspeitos foram presos e três menores foram apreendidos por crime que teria sido premeditado pelo ex-namorado da vítima.

Mais um caso de estupro coletivo no Rio de Janeiro. Na terça-feira (04), quatro suspeitos foram presos e três menores suspeitos foram apreendidos por participar do estupro coletivo de uma menina de 16 anos no bairro Ricardo de Albuquerque, na Zona norte do Rio, de acordo com o G1 – todos com idades entre 15 e 20 anos.

Segundo as investigações, o crime ocorreu em uma casa em construção a menos de 500 metros de 500 metros da 31ªDP (Ricardo de Albuquerque), que efetuou a prisão em flagrante. O delegado Renato Perez informou ao portal que a vítima aceitou ir ao local com o ex-namorado, de também 16 anos, e foi surpreendida por outros quatro homens que já estavam na casa.

Mais tarde, outros dois homens chegaram e assistiram ao estupro. A investigação aponta que eles não participaram ativamente, apesar de não ter sido encontrado vídeos ou fotos do ato, mas eles também foram presos por estupro.

Veja também

Além de ter sido estuprada, a vítima recebeu ameaças de morte dos parentes dos presos. Por isso, deixou o bairro com sua família. Ela ainda não está no programa de proteção à testemunha e se mudou por conta própria para fora do Rio de Janeiro, em um local considerado seguro pela polícia.

“A vitima veio à delegacia por volta de 2h, 3h da manhã. Durante o registro, ela, fragilizada, não conseguiu identificar todos, mas conseguimos correr atrás de todos eles. Os primeiros presos passaram as informações de todos eles”, disse o delegado titular ao portal. “A alegação deles é a de praxe: que foi sempre consentido, e que só depois ela reclamou”, prosseguiu. 

Segundo Perez, havia camisinhas no local, porém a vítima tomou o coquetel anti-HIV para maior proteção. A polícia acredita que o crime foi premeditado pelo ex-namorado. “Vai ter que fazer com as crias”, teria dito ele. De acordo com delegado, o termo “cria” é comumente usado pelo tráfico.

Em maio, outro estupro coletivo ganhou repercussão nacional, principalmente após a mãe de um dos culpados entregar o filho à delegacia. Uma menina de 12 anos foi violentada por 4 homens. No ano passado, o caso da menina de 16 que teve o vídeo de seu estupro viralizado ganhou manchetes no mundo todo.

Quer ficar por dentro das principais notícias de CLAUDIA? Assine a nossa newsletter!

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s