O pedido de casamento mais emocionante que você já viu

Frente ao estado delicado da namorada, o homem pediu sua mão ainda no hospital

Por mais de uma semana, a acreana Ana Grazielle da Silva, de 17 anos, ficou internada na UTI do hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul. Seu quadro era tão delicado que Ralide Mourão, seu namorado, decidiu antecipar o pedido de casamento.

No dia 29 de janeiro, a jovem tomava banho quando o banheiro desabou sobre ela. Três dias se passaram e, na sexta-feira (1), os médicos atestaram morte encefálica.

Frente ao estado frágil da namorada, o professor aproveitou seu aniversário de 30 anos, no dia 2, para pedir a mão da garota em noivado, mesmo com a morte cerebral atestada.

Leia mais: Sabrina Bittencourt, que ajudou a denunciar João de Deus, comete suicídio

O casal havia se conhecido há dois anos, na escola em que Ralide e a mãe de Ana trabalham. Começaram a namorar em outubro de 2018 e, segundo o professor, tinham planos de se casar.

O acidente causou uma lesão no braço e um corte superficial no couro cabeludo. Para se recuperar do machucado no cotovelo, a jovem foi enviada à sala de cirurgia, onde teve três paradas cardíacas, sendo que uma durou dez minutos. “Não tem cérebro que aguente isso“, disse Ralide, ao Universa.

Depois que recebeu a notícia da morte cerebral de Ana Grazielle, Ralide não teve dúvidas de como proceder. “Queria que ela, ainda viva, pudesse curtir sentimentalmente o momento do nosso noivado. “Por isso, com a autorização da família, me dirigi até o hospital com um pastor para abençoar o momento”, contou.

Leia mais: Disney desmente governo do DF e diz que não tem planos de vir ao Brasil

Como a garota não poderia usar qualquer tipo de metal enquanto internada, Ralide deu à ela uma fita de cetim rosa, representando a aliança do compromisso. “Eu disse no ouvido dela que eu estava antecipando nosso sonho. Os pais acharam um momento muito emocionante, sincero e verdadeiro. Ninguém me desaconselhou, todos acharam um gesto lindo e uma verdadeira história de amor.”

Na quinta-feira (07), no entanto, apenas alguns dias depois do noivado, Ana Grazielle não resistiu e faleceu, ainda no hospital. Ralide anunciou a morte de sua amada em seu perfil no Facebook, com um texto emocionado.

Muito obrigado Ana Grazielle, muito obrigado por ter deixado eu entrar em sua vida. Muito obrigado por me amar como você me ama e eu amar você como o amo”, escreveu. “Tínhamos tantos sonhos lindos de construir nossa família. No entanto, Deus achou melhor você ficar do lado dele. A dor é sem limite.”

Veja mais: O drama do pai que tem que escolher qual filha deixa viver

Siga CLAUDIA no Instagram

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
Aceito receber ocasionalmente ofertas especiais e de outros produtos e serviços do Grupo Abril.
Política de Privacidade