CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Mariana Ferrão promove roda de conversa sobre a síndrome de Burnout

O evento, que conta com a participação de profissionais de saúde, será online, gratuito e aberto ao público que busca suporte emocional

Por Da Redação Atualizado em 7 abr 2022, 22h55 - Publicado em 22 fev 2022, 20h53

O Brasil ocupa o segundo lugar na lista de países com o maior número de pessoas com a síndrome de Burnout, de acordo com a Associação Internacional de Gestão do Estresse (International Stress Management Association).

A síndrome é considerada como doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde janeiro deste ano. E o Burnout já atinge mais de 33 milhões de brasileiros e pode ser confundida com ansiedade e depressão.

Ainda segundo a OMS, cerca de 86% da população do país sofre com algum transtorno mental. Durante a pandemia, de acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) os atendimentos psiquiátricos aumentaram em até 25% e 82,9% dos pacientes observaram um agravamento de suas condições mentais.

Considerando esse cenário e a importância de redes de apoio, a Soul.Me, empresa especializada em bem-estar, qualidade de vida e desenvolvimento humano, fundada pela jornalista Mariana Ferrão, criou a Roda de Burnout.

“Já vivi isso na pele e sei que quem está passando por isso se sente, além de tudo, incompreendido. A criação de espaços de escuta, dentro e fora das empresas, para dar voz para a angústia e onde a dor possa ser acolhida, legitimada e transformada é fundamental.”, ressalta Mariana Ferrão

Nesta terça-feira (22), o evento online e gratuito busca oferecer um ambiente acolhedor e seguro para que os participantes possam desabafar e encontrar informações sobre a doença. Mediado por Mariana, o encontro reunirá profissionais da saúde como a psicóloga Cinthia Alves e os médicos Ana Paula Carvalho, Henrique Rego e Fábio Martins Fonseca.  

Continua após a publicidade

Publicidade