CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Como evitar a sensação de inchaço no verão

Especialistas apontam as causas e as soluções para diminuir o desconforto

Por Sarah Catherine Seles Atualizado em 22 fev 2022, 08h38 - Publicado em 22 fev 2022, 08h39

Sol, calor, praia, piscina… Impossível (e até desnecessário) passar longe dos petiscos e drinques refrescantes nas reuniões com amigos e familiares. Depois de tudo, porém, você fica com a sensação de inchaço? Calma, é normal. “A musculatura dos vasos sanguíneos se altera de acordo com as variações de temperatura. No verão, por exemplo, elas dilatam, o que significa mais sangue para a parte arterial, deixando o fluxo mais lento e, consequentemente, fazendo o corpo reter mais líquido”, explica a médica e cirurgiã vascular Aline Lamaita.

Apesar de ser comum se sentir assim na época de altas temperaturas, certos comportamentos, como a combinação entre alimentos com alto teor de sódio e a falta de hidratação adequada, podem contribuir para agravar o incômodo. “Outro problema é o consumo excessivo de álcool. Se a pessoa exagera num dia, no outro estará com retenção de líquido, é fato. A dica é beber moderadamente e não esquecer daquele copo de água junto”, diz a médica nutróloga Marcella Garcez.

Outra reclamação constante é o conhecido “estômago distendido”, consequência da dificuldade de digestão ou até mesmo da ingestão de bebidas gaseificadas durante as refeições. “O ideal é que a pessoa tome o mínimo de quantidade de líquido na refeição.” Fique de olho também no açúcar nas receitas e sobremesas. Sendo um alimento muito infamatório, ele faz com que a pessoa tenha uma sensação de retenção hídrica generalizada”, afirma a nutróloga. Se você tem pressão alta, hipotireoidismo, varizes, problemas renais ou qualquer inflamação ortopédica, o inchaço será uma realidade pelo acúmulo maior de líquidos no corpo. “O fator hormonal, como menopausa, período menstrual e gravidez, piora o quadro pela ação direta na parede das veias”, afirma Aline. Saiba como prevenir ou tratar a condição e aproveitar o verão.

Inchaço
Getty Images/Getty Images

Prevenção

O autoconhecimento é essencial para que você possa entender como o seu corpo reage ao que você ingere ao longo do dia. Caso precise, anote o que comeu nas refeições. Além disso, praticar exercícios físicos e se manter hidratada ao longo do dia são ferramentas essenciais para manter a saúde em dia. “Consuma o máximo possível de alimentos frescos, isso ajuda a balancear a alimentação e na diminuição do inchaço”, indica Marcella.

Tratamento

Segundo a massoterapeuta Gabriella Evangelista Freitas, a drenagem linfática é uma das melhores técnicas para ajudar. “Ela é realizada de forma suave e lenta, sempre em direção aos grandes grupos de linfonodos, garantindo alívio”, conta. Outros tipos de massagens localizadas são recomendáveis. Nada mais eficaz, porém, que a melhora na ingestão de água ao longo do dia. “Se você bebe água regularmente, seu corpo conclui que não precisa guardar líquido e o organismo põe a água para fora. No entanto, se você fica muitos períodos sem ingerir líquido, o corpo vai estocar, resultando no inchaço”, conta Aline Lamaita. Caso o inchaço permaneça por mais de 3 ou 4 dias, busque atendimento médico.

Continua após a publicidade

Publicidade