Garoto de 14 anos consegue transplante graças às redes sociais

A mãe do jovem Anthony Parello recorreu ao Facebook para tentar encontrar alguém compatível com seu filho.

Aos 14 anos Anthony Parello tem uma doença rara chamada atresia das vias biliares, na qual os dutos biliares ficam inflamados. Com a piora do quadro Anthony precisava urgentemente de um transplante de fígado, mas não conseguia encontrar nenhum doador compatível na lista de espera. E aí foi que Kimberly Parello, sua mãe, decidiu apelar para as redes sociais.

Em uma coletiva de imprensa ela disse que precisava fazer uma última tentativa de achar um doador vivo e compatível. E surpreendentemente uma conhecida – Kendra Perpich, de Minnesota – se voluntariou para fazer o exame, descobrindo então a compatibilidade. A cirurgia foi marcada para a semana de 14 de dezembro e pelas fotos no perfil de Kimberly tudo ocorreu bem. E ele vai poder comemorar o Natal em casa!

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Transplantes de fígado podem ser realizados com doadores vivos, pois o órgão tem uma alta capacidade de regeneração. Isso quer dizer que não é necessário doá-lo inteiro, apenas uma parte de se regenera e atinge sua completa funcionalidade. A atresia das vias biliares é uma doença que atinge 1 a cada 18 mil crianças, de acordo com o National Institutes of Health.