Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Uma em cada três mulheres apresenta os sintomas da anemia

O mal que rouba a nossa energia é mais comum do que se imagina. Mas bastam pequenas mudanças na dieta para prevenir a falta de ferro no organismo

Por Redação M de Mulher
Atualizado em 16 jan 2020, 09h58 - Publicado em 26 set 2012, 21h00

A vitamina C do suco de laranja é uma ótima fonte de energia para o organismo
Foto: Getty Images

Não, anemia não é coisa de criança! Uma em cada três mulheres no mundo apresentam os sintomas e 95% delas têm o tipo ferropriva, causado pela deficiência de ferro no corpo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Como ela pode ocorrer? As mulheres em idade fértil acabam perdendo uma grande quantidade de sangue durante a menstruação e no pós-parto. Na gestação, precisam de doses extras do nutriente para ajudar no desenvolvimento da criança. Nesses casos, quando não há a reposição de ferro, surgem os sintomas da anemia: palidez, sonolência, fraqueza, dores musculares e de cabeça.

Em casos extremos podem ocorrer até desmaios e convulsões. “A diminuição na quantidade de hemoglobina e dos glóbulos vermelhos no sangue prejudica o transporte de oxigênio no organismo”, explica o hematologista José Francisco Comenalli Marques Jr., da Unicamp (SP). A melhor forma de detectá-la é através de um exame de sangue. O nosso organismo não produz ferro, mas consegue absorvê-lo por meio da alimentação. Veja o que fazer para aumentar o seu estoque.

Força nos vegetais

Continua após a publicidade

O ferro presente nos alimentos de origem vegetal é assimilado por nosso corpo quando combinado com vitamina C – na mesma refeição. Então, consuma os itens verde-escuros (como rúcula, agrião e brócolis) e grãos (feijão, lentilha, ervilha) com suco de laranja ou de acerola. Você também pode incluir manga ou suco de limão na salada verde.

Atenção!
Mesmo quem tem anemia por falta de ferro não deve exagerar no consumo do mineral, pois o excesso também pode causar anemia. Siga uma dieta balanceada e, se os sintomas permanecerem, consulte um médico.

Inimigos do ferro
Chá preto e café (ricos em tanino), cereais, nozes e sementes cruas (fontes de fitatos) e leite, iogurte e queijos (cálcio) diminuem e até impedem a absorção do ferro de origem vegetal. Comer creme de espinafre ou tomar cafezinho após a refeição, nem pensar!

Continua após a publicidade

Carne vermelha, sim!
A melhor fonte de ferro é, definitivamente, a carne vermelha, pois contém a proteína que o corpo humano absorve melhor. O fígado também é outra excelente fonte, porém é preciso ter cuidado com a quantidade consumida, por causa do excesso de gordura.
 
Força extra
As vegetarianas devem redobrar a atenção com a quantidade do mineral ingerida nas refeições, já que não comem carne vermelha. A nutricionista Patricia Vaz (RJ) ensina uma receita enriquecida:

COUVE SALTEADA COM GERGELIM
Rendimento: 4 porções
Calorias por porção: 90
Ingredientes
· 1 colher (sopa) de azeite
· 1 colher (chá) de alho picado
· 4 xícaras (chá) de couve manteiga picada em tiras finas
· 1/2 colher (chá) de sal
· 1 colher (sopa) de gergelim integral

Preparo
Primeiro coloque em uma panela o azeite com o alho picado e deixe refogar por aproximadamente 1 minuto. Em seguida, acrescente a couve e o sal e refogue por mais 2 minutos, misturando sempre. Sirva com o gergelim integral, salpicando-o sobre o prato.

Continua após a publicidade

*Vale lembrar que o ideal é saborear esta receita com um copo de suco à base de vitamina C.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.