Clique e assine com até 75% de desconto

Como higienizar corretamente a casa e os produtos que vêm de fora

Lavar as mãos segue sendo a recomendação mais importante, mas também devemos nos atentar a alguns cuidados dentro de nossa residência

Por Colaborou: Gabriela Maraccini 1 abr 2020, 14h00

Em tempos de coronavírus, manter a casa higienizada corretamente também é uma forma de se prevenir. Isso porque, ao precisarmos sair de casa para cumprir com algumas necessidades, como, por exemplo, ir à farmácia ou ao supermercado, podemos trazer alguns micro-organismos para o nosso lar, entre eles, o vírus da Covid-19.

Mas calma! Não existe motivo para pânico e nem para ficar desesperado em limpar todos os cantinhos possíveis da sua casa. O essencial e mais importante é higienizar sempre as mãos com água e sabão ou álcool em gel, pois, afinal, é por meio delas que a transmissão do vírus de fato ocorre.

“O vírus não vai sair voando de qualquer embalagem para vir para os nossos olhos, boca e nariz. Precisamos das nossas mãos para fazer esse trânsito”, explica a médica infectologista Rosana Richtmann, consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). “O que é indiscutível é a importância da frequente higienização das mãos.”

Richtmann ainda tirou as principais dúvidas sobre como fazer a higienização correta dos utensílios da casa, do ambiente e, principalmente, das superfícies onde temos contato com as mãos. Confira:

Precisei sair de casa. O que eu faço?

O ideal, como todo mundo já sabe, é permanecer em casa e respeitar o isolamento social, como recomenda o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS). Mas, é claro, que pode surgir a necessidade de sair de casa para, por exemplo, ir ao mercado ou à farmácia. E, ainda, há aqueles que não podem fazer a quarentena pois trabalham em serviços essenciais.

Nesses casos, é recomendado, primeiramente, tentar resolver tudo o que for preciso em uma única saída. Se você for trabalhar, aproveite para ir ao mercado logo depois, pois assim você evita sair de casa mais de uma vez. Ao voltar, o que deve ser feito primeiro é a higiene das mãos.

“Enquanto você está no supermercado ou na rua, você tem que imaginar que a sua mão está cheia de graxa, por exemplo. Com a sua mão suja com graxa, você dificilmente vai tocar seu rosto. Este é o raciocínio”, explica Richtmann.

O que devo fazer com os produtos que compro no supermercado?

Primeiramente, ao ir ao supermercado, se for possível, leve sua própria sacola retornável, assim você evita de utilizar as sacolas plásticas disponíveis no caixa e ainda tem o controle da higienização dela. Durante as compras, lembre-se da dica anterior: imagine que sua mão está suja e não leve-a ao rosto.

Segundo a consultora, o vírus pode permanecer, em uma quantidade maior, por até 8 horas em embalagens de papelão e por até 24 horas no aço inoxidável, mas em quantidade menor. Por isso, ao chegar em casa com compras, retire a embalagem externa do produto, se for possível, e jogue-a no lixo. O mesmo vale para as embalagens de delivery.

Se não for possível, apoie o produto em uma superfície (de preferência lisa, pois é mais difícil a remoção do vírus em superfícies porosas, como a de madeira), como, por exemplo, a pia da cozinha. Limpe o produto com detergente ou álcool com 70% de concentração. Em seguida, higienize a área onde você apoiou a embalagem para limpá-la, também com álcool, detergente ou água sanitária.

A seguir, lave suas mãos, da mesma forma como fez quando chegou em casa: com água, sabão e respeitando todas as etapas da limpeza, higienizando, além da palma da mão, os pulsos, as unhas e entre os dedos.

Continua após a publicidade

Nos casos das frutas e legumes, você pode lavar a casca com soluções próprias para isso. Uma dica é deixá-las imersas por cerca de 15 minutos em uma bacia com água misturada com bicarbonato de sódio ou água sanitária.

O que também mata os vírus é o cozimento, então fique atento para deixar os legumes bem cozidos antes de comer. Retirar a casca das frutas também é uma boa saída.

Quais produtos são os ideias para fazer a higienização?

Segundo Richtmann, além dos desinfetantes comuns, Álcool 70 é um dos produtos ideais para a higienização correta dos ambientes e utensílios. “O álcool em gel tem como função a limpeza, mas não mata o vírus. E é importante lembrar de deixar as embalagens de álcool tampadas, pois ele é volátil e se deixar abertas, a concentração diminui”, explica.

A água sanitária é outra opção de produto, mas também é importante tomar cuidado para não usá-la em superfícies metálicas, pois é corrosivo. “O recomendado é misturar duas colheres de sopa de água sanitária com um pouco de água, mas nos metais damos preferência para os desinfetantes comuns de casa”, reitera.

Com qual frequência devo fazer a higienização da casa?

Não há uma frequência certa e a necessidade da higienização frequente do ambiente vai depender do quão infectadas estão as nossas mãos. “É muito mais importante a constante higiene das mãos, justamente para não contaminar os ambientes da casa”, afirma Richtmann. “Toda vez que você entra e sai de casa, é fundamental lavar as mãos.”

Dentro da nossa residência, o que deve ser limpo com mais frequência, na visão da infectologista, são as maçanetas, que entram mais em contato com as nossas mãos, e a área de trabalho, principalmente se está trabalhando de home office. “Duas vezes por dia, de 12 em 12 horas, tente passar álcool na sua bancada”, recomenda.

Controles remotos e o celular são outros dois objetos que temos que nos atentar. Limpe-os com álcool, sempre lembrando-se de proteger as entradas para não danificá-los.

É preciso tomar banho toda vez que voltar da rua?

O mais importante segue sendo a higienização das mãos, mas, se for sua preferência, é recomendado tomar banho ao chegar em casa. “Não é uma medida fundamental como é lavar as mãos, mas é sempre muito bem-vinda”, opina Richtmann.

Lembre-se também de trocar as toalhas com frequência, pois elas podem acumular micro-organismos em seus tecidos.

Devo lavar as roupas que eu usei ao sair de casa?

Embora ainda não seja comprovado que as roupas possam ser veículos de transmissão do coronavírus, é bom colocá-las para lavar depois do uso fora de casa. “Você pode ter manuseado alguma coisa contaminada, tocado na sua roupa sem querer, no bolso principalmente. Então é de bom tom que você tire essa roupa e vista outra que você está acostumada a usar dentro de casa”, afirma a infectologista.

E os sapatos? Devo limpá-los?

Os sapatos acumulam várias bactérias por entrarem em contato com o chão das ruas. Por isso, toda vez que chegamos em casa, devemos tirar nossos calçados, deixar para o lado de fora da casa ou colocá-lo em um canto onde você não circulará com ele.

  • Resiliência: como se fortalecer para enfrentar os seus problemas

    Continua após a publicidade
    Publicidade