Como a cafeína tenta enganar o nosso corpo

Temos a impressão de que ela nos acorda, mas o que realmente faz é impedir o sono de agir

O cafézinho faz parte da nossa cultura, apreciado não só pelo gosto, mas também pelo caráter energético. Pois, assim como chás e chocolates, contém cafeína. Ela é conhecida por nos ajudar a ficar “mais acordados”, mas pesquisas apontam que, na verdade, o que ele faz é impedir o sono de agir. A história funciona assim: temos receptores espalhados pelo corpo que ao longo do dia vão acumulando a chamada Adenosina, e quando esta substância chega a determinados níveis, vamos sentindo sonolência até realmente precisarmos dormir. Quando dormimos, a carga de Adenosina vai diminuindo até despertarmos. Como a cafeína é muito parecida com a Adenosina, ela toma o lugar da outra nos receptores, retardando a chegada do sono. 

Criar o hábito de tomar café todos os dias – ou perto disso – é prejudicial pois o corpo revida o comportamento enganoso: ao detectar que a Adenosina está perdendo espaço, começa a criar nossos receptores. Ou seja, precisamos de uma quantidade maior de café para sentirmos que a cafeína está fazendo efeito. É praticamente uma bola de neve – ou melhor, de xícaras de café. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s