Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Os benefícios do yoga para a ansiedade

Profissional dá dicas para incluir a prática no dia a dia e aliviar os sintomas da ansiedade com posturas, meditação e respiração consciente

Por Marina Marques Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
21 jun 2024, 10h00

São muitos os impactos positivos de praticar o yoga para nosso corpo: elasticidade, respiração consciente, foco, concentração, gasto calórico… Entretanto, muitas pessoas tem buscado essa atividade pelos benefícios do yoga para a ansiedade.

Caracterizada por sentimentos de preocupação excessiva, nervosismo e medo, a ansiedade pode afetar significativamente a qualidade de vida das pessoas. Entre as diversas opções de tratamento disponíveis, o yoga se destaca como uma ferramenta poderosa para o controle da ansiedade e promoção do bem-estar geral.

Uma prática milenar com efeitos comprovados

terapia holística
A meditação direciona a atenção para um ponto focal, seja a própria respiração, sons do ambiente, aromas ou a recitação de mantras (Maria Korneeva/Getty Images)

“A meditação também é fundamental, pois é o exercício mental de manter o foco; não se trata de não pensar em nada, mas sim de direcionar a atenção”

Mariana Von Sydow, professora de yoga da Wilu

O yoga é uma prática milenar originária da Índia que combina exercícios físicos, técnicas de respiração e meditação. Estudos científicos comprovam que a prática regular de yoga pode trazer diversos benefícios para a saúde mental, incluindo a redução da ansiedade.

Segundo Mariana Von Sydow, professora de yoga da plataforma Wilu, o yoga trabalha o corpo físico por meio da execução de posturas, que convidam à auto-observação constante: como se sente na postura, o que precisa ser ajustado, como está a respiração… Trazendo assim a atenção para si e para o momento presente.

Além disso, a prática inclui exercícios respiratórios, os pranayamas, que ensinam a respirar corretamente e técnicas para regular o ritmo respiratório, afetando diretamente o ritmo mental.

Continua após a publicidade

A meditação também é fundamental, pois é o exercício mental de manter o foco; não se trata de não pensar em nada, mas sim de direcionar a atenção, seja para a respiração, o batimento cardíaco ou até mesmo os aromas do ambiente”, explica a especialista.

Como o yoga atua contra a ansiedade?

Conforme explica Mariana, quando se trata de ansiedade, referimo-nos a suas múltiplas formas de manifestação: emoções negativas como tensão e nervosismo, efeitos somáticos como aceleração cardíaca e suor nas mãos, reações comportamentais como inquietação e distúrbios de pensamento como a preocupação com ameaças potenciais.

Assim, a prática, com suas técnicas de respiração, concentração e presença no momento, “oferece ensinamentos valiosos para o controle da ansiedade em níveis prejudiciais à saúde”, segundo a professora.

Dia Internacional do Yoga: conheças as principais modalidades da prática
Para a ansiedade, recomenda-se posturas que promovem a abertura do peito, as quais aumentam a capacidade respiratória (Getty Images/Reprodução)

O yoga atua contra a ansiedade de diversas maneiras:

  • Redução do estresse: As posturas físicas do yoga, conhecidas como asanas, promovem o relaxamento muscular e a liberação de hormônios do estresse, como o cortisol.
  • Melhora da respiração: As técnicas de respiração do yoga, chamadas pranayama, ensinam a controlar a respiração, o que pode ajudar a acalmar a mente e reduzir a ansiedade.
  • Aumento da autoconsciência: A prática do yoga promove a autoconsciência corporal e mental, o que permite identificar os primeiros sinais de ansiedade e desenvolver mecanismos para lidar com eles.
  • Promoção do bem-estar geral: O yoga também contribui para o bem-estar geral, melhorando o humor, a qualidade do sono e a autoestima, fatores que podem influenciar na ansiedade.

Existem posturas específicas que ajudam na ansiedade?

Segundo Mariana, recomenda-se especialmente as posturas que promovem a abertura do peito, as quais aumentam a capacidade respiratória e permitem uma respiração mais profunda.

Continua após a publicidade

“Combinar essas posturas com exercícios de respiração, onde se conta o tempo de inspiração e expiração, pode ser particularmente benéfico”, reforça.

Principais técnicas do yoga para o manejo da ansiedade

A especialista destaca como principais técnicas as posturas (asanas), a meditação e o controle da respiração (pranayama). De acordo com ela, todas essas práticas visam a tranquilidade e a paz interior, mantendo a atenção plena no presente e promovendo uma observação constante de si mesmo.

As posturas ajudam a manter o alinhamento do corpo, a sincronia da respiração com os movimentos e a consciência de como nos sentimos durante a prática. A respiração consciente auxilia no foco e na percepção do ritmo respiratório, além de intensificar as sensações corporais. Por fim, a meditação direciona a atenção para um ponto focal, seja a própria respiração, sons do ambiente, aromas ou a recitação de mantras, podendo também ser guiada por um instrutor experiente.

A importância da respiração no yoga

Para pessoas ansiosas, é extremamente importante direcionar a atenção à respiração, contando o tempo de inspiração e expiração, e percebendo as sensações do ar em seu percurso.

“Ao observar mudanças na temperatura e os movimentos do corpo, você pode sentir o coração desacelerar a cada ciclo. Esses passos ajudam a focar no momento presente, em si mesmo, permitindo desacelerar a mente para pensar de forma mais clara e objetiva”, explica Mariana.

Continua após a publicidade

Assim, é possível discernir se uma preocupação tem a proporção real que lhe é atribuída: “A respiração é vital para o nosso bem-estar“.

Yoga é para todos?

Yoga para aliviar enxaqueca
Existem diversas modalidades de yoga, com diferentes graus de dificuldade (Los Muertos Crew/Pexels)

O yoga é uma prática acessível a pessoas de todas as idades e níveis de condicionamento físico. Existem diversas modalidades de yoga, com diferentes graus de dificuldade, o que permite que cada pessoa encontre a opção mais adequada às suas necessidades e preferências.

É importante consultar um profissional qualificado antes de iniciar a prática de yoga, especialmente se você tiver algum problema de saúde. O professor de yoga poderá te orientar sobre as posturas e técnicas mais adequadas para você, e te ajudar a montar um programa de prática personalizado.

Incorporando o yoga na rotina

Mulher praticando Yoga para fortalecer as costas
Pratique a respiração durante a meditação ou em qualquer momento do dia para se acalmar (Mikhail Nilov/Pexels)

“Não se cobre por não fazer tudo perfeitamente logo de início; como em tudo na vida, a prática é essencial. Não espere sentir-se confortável imediatamente ou que tudo seja incrível, pois o começo pode ser desafiador”, tranquiliza Mariana Von Sydow.

A profissional destaca que o yoga valoriza a não violência, o que inclui respeito por si mesmo. “Respeite seus limites, desafie-se gradualmente e integre a prática em sua rotina. Está tudo bem se alguns dias forem mais fáceis que outros; isso faz parte do processo de autoconhecimento.”

Continua após a publicidade

A recomendação da professora é começar com meditações curtas de 2-3 minutos, aumentando progressivamente o tempo: “Pratique a respiração durante a meditação ou em qualquer momento do dia para se acalmar, inspirando por um tempo e exalando pelo dobro do tempo. Quanto às posturas, a Saudação ao Sol é uma sequência famosa que pode ser praticada pela manhã por 10 minutos ou duas sequências, ajudando a relaxar o corpo e a se sentir melhor”.

O yoga é uma prática que exige tempo e dedicação. Não desanime se não sentir os resultados imediatamente. Continue praticando regularmente e você verá os benefícios a longo prazo. E, o mais importante, lembre-se de que a atividade é um complemento ao tratamento da ansiedade. Se você tem um quadro de ansiedade grave, é importante buscar ajuda profissional de um psicólogo ou psiquiatra.

Assine a newsletter de CLAUDIA

Receba seleções especiais de receitas, além das melhores dicas de amor & sexo. E o melhor: sem pagar nada. Inscreva-se abaixo para receber as nossas newsletters:

Acompanhe o nosso Whatsapp

Continua após a publicidade

Quer receber as últimas notícias, receitas e matérias incríveis de CLAUDIA direto no seu celular? É só se inscrever aqui, no nosso canal no WhatsApp

Acesse as notícias através de nosso app 

Com o aplicativo de CLAUDIA, disponível para iOS e Android, você confere as edições impressas na íntegra, e ainda ganha acesso ilimitado ao conteúdo dos apps de todos os títulos Abril, como Veja, Superinteressante e Capricho. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.