Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Acabe de vez com a TPM

São quatro os tipos de tensão pré-menstrual. Descubra qual é o seu, siga as dicas e pare de sofrer

Por Redação M de Mulher
Atualizado em 16 jan 2020, 14h51 - Publicado em 17 abr 2012, 21h00

O tipo C é o da mulher que, no período pré-menstrual, não pode sequerm ver doce na frente: é ataque na certa!
Foto: Getty Images

Engana-se quem pensa que mulher com TPM é igual mãe: só muda o endereço. De acordo com a medicina, cada mulher sofre de um tipo de tensão pré-menstrual – são quatro, ao todo: A (ligado à ansiedade), C (de compulsão alimentar), D (de depressão) e H (de retenção de líquidos). “Algumas mulheres reagem com mais ansiedade. Outras sofrem com o inchaço, a depressão ou a compulsão alimentar”, explica o ginecologista Eliezer Berenstein.

Conheça os quatros tipos de TPM e veja no qual você se encaixa:

Tipo A: eita, mulher ansiosa!

“A ansiedade da mulher tipo A é tanta que pode causar até palpitações”, conta Berenstein. A nutricionista Edna Sakamoto diz que “os sintomas são decorrentes do desequilíbrio hormonal. Apenas o fígado e o intestino conseguem resolver o problema”.

O segredo: faça fígado e intestino funcionarem bem. Para isso, aposte em exercícios que diminuam a tensão, como a caminhada. Inclua verduras verdes-escura, cereais integrais e feijão no cardápio e exclua frituras, café e seus derivados e álcool.

Continua após a publicidade

Receitinha do bem:

Suchá

· 1 sachê de chá de camomila · 1 polpa de maracujá doce.

Modo de preparo: deixe o sachê em infusão por três minutos. Espere esfriar. Bata com o maracujá no liquidificador e coe.

Tipo C: comer, comer e comer

Continua após a publicidade

É o tipo de mulher que, no período pré-menstrual, não pode sequerm ver um chocolate na frente: é ataque na certa! O médico Eliezer Berenstein alerta que outros sintomas comuns são náusea, dor de cabeça, queda de pressão e forte apetite sexual. Nesse tipo, a mulher tende a engordar.

O segredo:  comer a cada três horas regulaos níveis de glicose e estimula a produção de seretonina. Quando montar seu prato, escolhaverduras, carboidratos integrais e alimentos de baixas calorias. Bons exemplos são aqueles ricos em zinco e magnésio: frango, amêndoas, feijão, soja e folhas verdes-escura. Chocolate pode, desde que meio amargo e apenas 30 g por dia. Coma depois de uma refeição rica em fibras – elas vão ajudar a absorver o açúcar e a gordura. Fuja das bebidas alcoólicas.

Receitinha do bem:

Banana assada

· 1 banana assada · 1 colher (sopa) de farelo de aveia · 1 colher (chá) de canela e outra de cacau em pó.

Continua após a publicidade

Modo de preparo: polvilhe os ingredientes na banana.

Tipo D: quanto chororô!

Momentos de indecisão, choro sem motivo e tristeza: eis uma mulher deprimida na TPM. Os sintomas decorrem de um desequilíbrio hormonal que gera aumento de progesterona, hormônio feminino produzido pelo ovário. “É uma fase em que nada é capaz de tirar a mulher de casa”, analisa Edna.

O segredo: para regular a produção hormonal, inclua no cardápio alimentos que estimulam o trabalho do fígado, como couve, brócolis e repolho. Os ricos em vitamina E (sementes de girassol e amêndoas), vitamina C (laranja e abacaxi) e ômega 3 (atum e linhaça) também são bons aliados e ajudam a melhorar o humor. Passe longe de laticínios, gorduras e álcool. Para ficar numa boa, cuide da
beleza e turbine sua autoestima.

Receitinha do bem:

Continua após a publicidade

Suco

· 1 folha de couve  1 colher (chá) de hortelã · 1 fatia de abacaxim · 1 colher (sobremesa) de semente de girassol e outra de linhaça · 150 ml de água.

Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador. Não é preciso coar.

Tipo H: inchadíssima

O tipo H inclui mulheres que sofrem de retenção hídrica, ou seja, inchaço durante a TPM. “A retenção de líquidos ocorre com mais intensidade nessa fase graças ao aumento da aldosterona, hormônio produzido pela glândula suprarrenal” explica a nutricionista Edna. “Essas mulheres ficam inchadas, especialmente os pés, sentem dor na lombar, fortes cãibras e produzem mais gases”, completa o ginecologista Berenstein.

Continua após a publicidade

O segredo: água, água e água. Aposte em alimentos ricos em potássio (como a banana), chás e sucos diuréticos à base de melancia, melão e cavalinha. Beba água de coco. Não consuma alimentos
salgados, eles seguram a água no corpo e aumentam o inchaço. Se tiver dores musculares muito fortes, trate com analgésicos.

Receitinha do bem:

Suco

· 1 1/2 xícara chá de melancia picada · 10 cm de salsão · 150 ml de água ou água de coco.

Modo de preparo: bata tudo no liquidificador e tome em seguida.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.