CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

A sua vacinação está em dia?

Se você não lembra quando foi a última vez que recebeu uma picadinha, significa que já passou da hora de renovar sua caderneta de vacinas

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 12h25 - Publicado em 28 out 2008, 21h00

Adultos também precisam de vacinas
Foto: Dreamstime

Quando se fala sobre vacinação, logo vem à cabeça a necessidade de levar idosos e crianças para receber as doses. “Os pequenos e os mais velhos necessitam de cuidados especiais, mas é preciso chamar a atenção do público adulto para a importância de se imunizar”, afirma a pediatra Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações.

Afinal, faz quanto tempo que você não checa a sua caderneta de vacinas? Pois saiba que algumas doenças atacam com mais força na fase adulta. Além disso, algumas profissões exigem imunizações especiais. Quem é manicure, por exemplo, precisa tomar as vacinas contra hepatite A e B.

Para não vacilar com um assunto tão sério, preparamos um guia completo para você e sua família.

Adultos precisam de vacina, sim!

. Tétano e Difteria (DT Dupla): uma vacina a cada dez anos.

. Difteria, Tétano e Coqueluche (DTPa): uma dose a cada dez anos.

. Sarampo, Caxumba e Rubéola (Tríplice Viral): indicada para quem não tomou as vacinas na infância e não teve nenhuma das três doenças. Dose única. Atenção: contra-indicada para gestantes.

Continua após a publicidade

. Hepatite A, B ou A+B: a vacinação combinada é preferível à vacinação isolada, a menos que um diagnóstico indique imunidade para uma delas. Se isoladas, tomar duas doses para Hepatite A e três para Hepatite B e A+B.

. Varicela (Catapora): indicada para quem não tomou a vacina e nunca teve catapora. Duas doses ao longo da vida adulta. Contra-indicada para gestantes.

. Influenza (Gripe): indicada para todos os adultos. Dose única anual.

Especial para elas – HPV

. Indicação: mulheres com idades de 9 a 26 anos

. Número de vacinas: três doses

. Atenção: vacina contra-indicada para gestantes

Quem deve se proteger da febre amarela
Precisam receber a vacina os moradores e visitantes das regiões Norte e Centro-Oeste; dos estados Maranhão e Minas Gerais; das regiões oeste de Piauí, São Paulo, Paraná e Santa Catarina; do sul da Bahia e do Espírito Santo. Atenção: os turistas devem se imunizar dez dias antes de embarcar. A vacina contra a febre amarela é válida por dez anos.

Efeitos colaterais
As vacinas são seguras, mas podem apresentar efeitos colaterais. Os mais comuns são dores, inchaço, mal-estar e indisposição. “Não se assuste: as reações costumam ser leves e passageiras. Caso não passem em 24 horas, procure um médico”, aconselha a médica Isabella Ballalai.

Continua após a publicidade
Publicidade