Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

#SeEleEstivesseArmado reúne casos de agressão que poderiam ser trágicos

O assunto ganhou notoriedade após o presidente assinar decreto em que flexibiliza a posse de armas

Por Da Redação
Atualizado em 18 fev 2020, 11h49 - Publicado em 17 jan 2019, 16h32

Jair Bolsonaro assinou um decreto na última terça-feira (15) que flexibiliza a posse de armas no Brasil. Se antes cabia à Polícia Federal avaliar a necessidade da posse, agora a ‘efetiva necessidade’ para adquirir até quatro armas de fogo pode ser alegada por qualquer cidadão.

O texto diz ainda que é preciso que o interessado declare que há um local seguro para armazenar o instrumento de ataque em moradias que tenham crianças, adolescentes e pessoas com deficiência intelectual. A revisão da autorização, que antes era feita a cada cinco anos, agora será a cada dez.

Especialistas receberam as alterações com preocupação. Uma crítica que tomou as redes sociais é em relação ao possível aumento de mortes de mulheres por seus namorados, maridos ou pais.

Em 2016, 2 339 mulheres foram vítimas de homicídio por armas de fogo. Destas, 506 morreram dentro de casa. Os dados são do sistema Datasus, do Ministério da Saúde, em levantamento feito pelo Instituto Sou da Paz.

Em entrevista ao jornal O Globo, a promotora do Ministério Público de São Paulo Valéria Scarance disse que a arma é um fator de risco para mulheres que sofrem violência sistêmica dentro de casa. “A presença de arma na residência é um dos elementos que levam a conceder medida protetiva para mulheres em todo o mundo. Não existir arma de fogo não faz com que o risco diminua, mas a presença de uma arma agrava os riscos de morte”, explica.

Desde que o decreto foi assinado pelo presidente, internautas usam a hashtag #SeEleEstivesseArmado para relatar casos de violência doméstica que poderiam resultar em tragédia.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.