Padre Cícero ganhará exposição inédita no Museu do Louvre

Entre os itens expostos estarão uma escrivaninha de madeira e o título de eleitor do religioso.

Em outubro, Padre Cícero, sacerdote aclamado como santo popular do Nordeste e padroeiro da cidade de Juazeiro de Norte, no Ceará, ganhará uma exposição própria no Museu do Louvre, em Paris. A mostra será organizada pelo jornalista e produtor cultural Marcelo Fraga, que busca levar uma amostra da cultura nordestina para a Europa.

Marcelo será condecorado na Divine Académie Française des Arts, Lettres et Culture, uma instituição acadêmica que promove e premia o trabalho de acadêmicos, cientistas, jornalistas e artistas que tiveram algum impacto nos campos social e cultural, e, por isso, foi convidado para levar uma exposição ao Louvre. Para comemorar os 150 anos de sacerdócio de Padre Cícero, ele escolheu o religioso como tema da mostra.

O produtor deve levar quatro itens que pertenceram ao padre para a exposição, que ficará no Louvre por aproximadamente uma semana. Entre elas, estarão uma escrivaninha de madeira que pertencia ao religioso, seu título de eleitor preservado, e um quadro feito pela artista plástica cearense Helaine Mendonça. Além disso, Marcelo levará uma pequena escultura em madeira feita pelo artista pernambucano Mestre Noza.

A escrivaninha de madeira e a pequena escultura de Padre Cícero

A escrivaninha de madeira e a pequena escultura de Padre Cícero (Marcelo Fraga/Arquivo pessoal)

Marcelo adquiriu os objetos de Padre Cícero há 18 anos, durante uma viagem para Juazeiro do Norte. Antes, os pertences eram mantidos pela professora Generosa Alencar, órfã criada pelo padre. Os itens ficaram expostos em um Sesc, no Rio de Janeiro, por dois anos e visitados por aproximadamente 150 mil pessoas.

+ Como proteger a casa para evitar acidentes domésticos com crianças

Horóscopo: Previsões astrológicas para todos os signos em 2020