Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Nath Finanças dá 7 dicas para não se endividar com as festas de fim de ano

Não se deixar levar pela impulsividade e estar atento ao parcelamento excessivo são algumas das dicas para não começar 2023 afogado em dívidas

Por Kalel Adolfo
Atualizado em 19 dez 2022, 13h57 - Publicado em 17 dez 2022, 08h09

É praticamente impossível manter os gastos equilibrados no fim de ano. Além das despesas típicas, que incluem a organização de festas, compra de presentes e a escolha do figurino para as datas comemorativas, muitos ainda precisam arcar financeiramente com viagens (que quase sempre são, no mínimo, a dois). Claro, tudo isso traz uma felicidade enorme… Até a fatura chegar no início de janeiro. Pensando nisso, CLAUDIA bateu um papo com a orientadora financeira e administradora Nath Finanças, que dá dicas para não se endividar com este período caótico de Natal e ano-novo. Confira:

Por que nos sentimos obrigados a gastar tanto nesta época?

Jacqueline Jing Lin GIF - Find & Share on GIPHY

Em primeiro lugar, a orientadora financeira explica que é normal que nos sintamos quase que intimados a comprar tudo o que vemos pela frente nesta época, já que o período de Black Friday e Natal acabam nos bombardeando com campanhas publicitárias. E, para piorar, a nossa ansiedade só aumenta quando percebemos que alguns compromissos do início do ano, como o IPTU e o IPVA, apenas vão complicar o controle do nosso “dim-dim”.

“O marketing atiça essa vontade de ‘participar’ do fim de ano, já que observamos as pessoas comprando presentes em shopping centers e outros pontos de comércio popular, como a 25 de Março em São Paulo”, exemplifica.

Continua após a publicidade

Planejamento financeiro é essencial

A única forma de escapar de todas essas armadilhas consumistas (e mentais) é apostando no planejamento financeiro. De acordo com Nath, este é um hábito que precisa ser cultivado não apenas nesta época, como também no ano inteiro: “Identifique quais são os seus gastos fixos — aqueles que vêm todo o mês, como aluguel, contas de energia, água e gás — e variáveis — restaurantes, atividades de lazer ou despesas de emergência”, explica. A partir daí, fica mais fácil identificar o seu limite de gastos.

Porém, a administradora faz um alerta: não se deixe levar pela alegria do décimo terceiro: “Apesar de ser tentador, a entrada desse dinheiro deve ser ponderada. Para além dos presentes e amigos secretos, as contas e compromissos financeiros continuam depois do Natal. A pergunta que devemos fazer é: ‘qual é o meu objetivo principal e não momentâneo?’”, pontua.

A especialista explica que, ao fazer isso, equilibramos a entrada de dinheiro extra com o que queremos em longo prazo, utilizando os nossos recursos de forma inteligente. “Muitas vezes não aprendemos educação financeira em momentos de abundância, mas na escassez, esse processo é doloroso e difícil”, alerta.

Continua após a publicidade

Dicas para não se endividar no fim de ano

Dito isso, está na hora de conhecer as dicas práticas que Nath Finanças preparou para que ninguém passe sufoco logo em janeiro. Dá uma olhada:

1. Anote todos os seus gastos

Não importa se é à vista ou a prazo: anote tudo. “Durante esse período, não deixe nada de fora, por menor que seja o valor. Colocar todas as informações no papel, ou numa planilha ou até mesmo numa conversa de Whatsapp, facilita a visualização de cada despesa”, diz Nathália Rodrigues.

2. Examine suas compras e calcule o custo delas

Aqui, a influenciadora indica organizar as anotações por cor: “Podemos escolher uma tonalidade para compras à vista e outras para contas parceladas. Isso nos dá uma noção mais clara do custo presente e do custo futuro”, afirma.

Continua após a publicidade

3. Tenha clareza na hora de usar o cartão de crédito

Nath explica que a recomendação é parcelar compras de bens duráveis ou produtos que estejam acima do seu orçamento (àqueles que não é possível pagar à vista): “Uma forma simples de avaliar se as parcelas cabem no bolso é se perguntar se você poderá pagar a fatura completa no mês seguinte. Se a resposta for não, melhor ficar atenta às suas escolhas”, avisa.

4. Cuidado com as parcelas

De acordo com dados de uma pesquisa realizada por Nath Finanças em parceria com o Instituto Opinion Box, 90% dos usuários atuais de cartão de crédito possuem compras parceladas, com 19% pagando mais de seis parcelamentos simultaneamente. “O cartão ainda é o grande vilão do endividamento dos brasileiros. Contudo, ele não é prejudicial caso saibamos identificar gastos e alinhá-los à nossa renda básica. A quantidade de parcelas também é chave: opte por, no máximo, três ou quatro vezes”, aconselha.

Continua após a publicidade

 

5. Tente não comprar por impulso

A orientadora financeira reitera que é necessário estar mentalmente presente durante as nossas decisões de consumo, especialmente quando já estamos endividados. “Seja verdadeira consigo mesma e reconheça que está comprometida a virar o jogo. Faça as contas, saiba quantas dívidas possui, qual o valor de cada uma e suas respectivas taxas de juros. Do ponto de vista emocional, isso não é fácil. Porém, é um passo importante que terá impactos positivos em sua saúde financeira”, clarifica.

Continua após a publicidade

6. Não se deixe levar pela ansiedade

É inegável que os brasileiros são ansiosos. Aliás, o Brasil é considerado o país mais ansioso do mundo, de acordo com dados da OMS. Porém, Nath nos aconselha a refletir sobre o quanto priorizamos os aspectos materiais desta época: “Estar com quem amamos é tão valioso quanto aquele presente caro que você provavelmente irá amargar com parcelas durante o ano todo”, declara.

7. Não se desanime

Se você já se endividou, não desanime: “Faça um compromisso para o novo ano e coloque o plano em ação. Educação financeira não é um bicho de sete cabeças. Basta dar o primeiro passo, de forma simples. Tenho certeza de que isso fará o seu próximo Natal ser muito mais interessante”, conclui.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.