Mulher é vítima de estupro coletivo após passar mal na rua

Vítima se sentia mal quando homens a abordou parecendo lhe oferecerem ajuda

Uma mulher foi vítima de estupro coletivo em São João de Meriti, cidade da Baixada Fluminense, na noite da última quinta-feira (17).

Segundo informações da delegada Ana Carla Rodrigues, da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam) ao G1, a vítima passava mal na rua quando foi abordada por três homens.

Anteriormente, ela havia consumido remédios e bebidas alcoólicas, o que desencadeou o quadro de incômodos ao corpo.

As câmeras de segurança da rua onde o crime aconteceu mostram que a vítima caminhava com dificuldade quando um dos homens abordou a mulher parecendo lhe oferecer ajuda. Ele estava com mais dois amigos.

Segundo investigadores do caso, a mulher foi levada para uma casa por eles, onde o estupro aconteceu.

Desorientada, a vítima se dirigiu à delegacia após o crime e relatou o que lhe aconteceu após recuperar os sentidos. De acordo com a delegada, ela não lembra com clareza de todos os atos, mas estava com a roupa de um dos homens.

Os três agressores foram  presos em flagrante. Em seus celulares, fotos da relação sexual foram encontrados. Eles alegaram que o sexo foi consentidos, mas a polícia afirma que houve estupro de vulnerável.

“A vítima estava em situação de vulnerabilidade. Ela não poderia oferecer resistência aquele ato sexual e ainda também por eles terem registrado sem autorização da vítima, foto dela. Enquanto um praticava, os outros fotografavam ela sofrendo essa violência”, disse a delegada.

Leia mais: Família perde dois irmãos vítimas de crimes ligados à transfobia

%d blogueiros gostam disto: