Menina escreve carta à mãe denunciando pai por estupro: “Me perdoa, me ajuda”

O caso aconteceu no estado do Amazonas. Aos 12 anos, ela já havia redigido o relato antes, mas não teve coragem de entregar

Uma menina de 12 anos escreveu uma carta para contar à mãe sobre os frequentes estupros sofridos dentro de casa. No pedido de socorro, a jovem relatou que o pai, um homem de 34 anos, era seu agressor.

O caso aconteceu em Manaus, no estado do Amazonas. O manuscrito foi entregue ao tenente B. Chaves, da 4ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), pelas duas, que estavam muito assustadas. Segundo contou ao G1, a criança estava muito abalada e mencionou que o último abuso aconteceu na tarde da última terça-feira. “Ela sentia vergonha, tinha medo. Ela pedia perdão porque na cabeça dela estava traindo a própria mãe”, disse o policial. 

No texto, a garota descreveu como ocorriam os crimes, que já eram frequentes há muito tempo. Ela chega, inclusive, a pedir desculpas para a mãe e dizer que não conseguia impedir os abusos do pai.

Divulgação/Polícia Militar Divulgação/Polícia Militar

Divulgação/Polícia Militar (/)

“Mãe, me perdoa. Faz um tempo que isso está acontecendo […] hoje isso aconteceu, isso é tão nojento. Mãe, eu nunca teria coragem de dizer para ele parar. Tudo começou quando ele veio com uma história de que queria lutar. Eu queria tirar ele de cima de mim, mas eu não conseguia, depois eu deixei, mas na minha mente eu nunca quis, ele falava para eu não sair, só que me doía muito mas eu sempre deixava. […] Eu já tinha escrito outra carta, só que não tive coragem de entregar. Eu pedi a Deus coragem para entregar essa. Por isso eu ficava com raiva de repente, nem ele nem a senhora me viram chorando, mas eu choro muito“, diz um trecho da carta.

O pai foi preso em flagrante, também na noite de terça-feira, após a denúncia.

Leia também: Como falar sobre assédio sexual com as crianças?