CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Jovem tem 80% do corpo queimado por companheiro após recusar sexo

Caso aconteceu no Rio Grande do Sul. A moça de 18 anos e o autor do crime moravam juntos

Por Da Redação Atualizado em 23 jan 2017, 16h32 - Publicado em 23 jan 2017, 14h31

Uma jovem de 18 anos teve 80% do corpo queimado pelo companheiro depois de recusar-se a manter relações sexuais com ele, segundo a Polícia Civil. O crime aconteceu no último domingo (22), em Vacaria (RS) – cidade onde se localizava a residência do casal (que também pegou fogo e ficou destruída após o incêndio).

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Flademir Paulino de Andrade, o autor do crime, Michael de Andrade Ribas, 28 anos, chegou em casa de madrugada depois de uma festa e quis manter relação sexual com a parceira. Com a recusa da jovem, ele ameaçou atear fogo nela, num primeiro momento, e, posteriormente, jogou gasolina em seu corpo e o incendiou.

Leia mais: Em 11 dias, cinco casos de feminicídio. Isso não pode ser aceito

Três parentes de Ribas que moravam junto com o casal tentaram ajudar a jovem e prestar-lhe socorro, mas o fogo se espalhou pela casa.

Assim, o Corpo de Bombeiros foi chamado para controlar as chamas e a jovem foi socorrida e encaminhada para o hospital Nossa Senhora da Oliveira, em Vacaria. A vítima está internada no instituto em estado grave, na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Leia mais: Violência doméstica contra a mulher: quando você pode – e deve – acionar a justiça

Quanto a Ribas, a Polícia Civil pediu sua prisão preventiva por tentativa de homicídio, segundo informações do G1. Contudo, o rapaz fugiu do município após o crime.

Depois de atear fogo na jovem, Ribas – que teve queimaduras nas pernas e nas costas – chegou a pedir atendimento médico em em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vacaria. Mas ele deixou o local depois que os médicos alertaram a polícia sobre o caso do paciente com marcas de queimaduras pelo corpo, uma praxe médica, segundo o delegado local. O telefonema para a polícia teria deixado Ribas em alerta e motivado sua fuga.

Continua após a publicidade

Publicidade