Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Cafés estão dando desconto para quem pede “por favor”

Dos Estados Unidos à China, alguns estabelecimentos estão despertando a atenção das pessoas para a falta de gentileza na hora do pedido

Por Redação CLAUDIA
Atualizado em 22 out 2016, 21h11 - Publicado em 16 jul 2016, 07h00

“Um café” custa 5 dólares, “um café, por favor” sai por 3 dólares e “bom dia, um café, por favor” tem o valor de 1 dólar e 70 centavos. A placa do café Cups Coffee and Tea, em Roanoke, nos Estados Unidos, está correndo a internet e, apesar do desconto não existir, o motivo por trás da brincadeira é bem real. “Eu queria que os clientes entendessem a importância de dizer ‘oi’ e se relacionar, pois também somos pessoas atrás do balcão”, explicou o responsável pelo café. 

Reprodução
Reprodução ()

A falta de gentileza no dia a dia dos consumidores também foi notada em outras partes do mundo. Na França, o café The Petite Syrah, em Lyon, ficou famoso da mesma forma. Segundo o gerente francês, os clientes receberam bem a indireta e até entraram no clima. “Alguns consumidores regulares viram o lado engraçado da situação e exageram na educação na hora do pedido, me chamando de ‘vossa magnificência”.

Reprodução
Reprodução ()

Na China, a Universidade Anhui Normal parece ter realmente estabelecido o desconto para que seus estudantes também sejam mais educados. No refeitório, palavras como “olá”, “por favor” e “obrigado” reduzem o preço da refeição pela metade. “Conversamos sobre ideias que pudessem introduzir os alunos ao mundo da etiqueta e acabamos dando uma função educacional à cantina”, explicou o reitor Jung Fangming. 

Continua após a publicidade

No Brasil, uma cafeteria em Mariluz, no Paraná, também aderiu ao movimento. Com a campanha “gentileza gera gentileza”, um café poderia sair até 50 centavos mais barato. “Depois de voltar da Inglaterra, percebi que as pessoas estavam mais mal humoradas e os atendimentos eram ruins. Não se ouvia mais cumprimentos cordiais. Por isso, a campanha. Não custa nada para ninguém estar de bom humor”, contou a dona Adriana Duda ao G1. 

Reprodução/G1
Reprodução/G1 ()

 

Divulgação
Divulgação ()

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.