Chegou à realeza: Príncipe de Mônaco é diagnosticado com Covid-19

Albert II é o primeiro chefe de estado a tornar público o diagnóstico positivo da doença

Nesta quinta-feira (19), o príncipe Albert II de Mônaco foi diagnosticado com o vírus Covid-19. O chefe de estado foi submetido ao exame que atestou a doença no início desta semana. Mas, segundo comunicado oficial, a saúde do príncipe “não inspira preocupação”.

De acordo com a monarquia, Albert, 62 anos, deve continuar sua rotina de trabalho em uma parte separada do palácio, respeitando as rígidas regras de isolamento para evitar a propagação da doença. O príncipe é o primeiro chefe de estado a assumir publicamente o diagnóstico positivo para o coronavírus.

“Sua alteza insiste que o povo de Mônaco respeite as medidas de contenção e limite o contato com outras pessoas ao mínimo. Somente a observância rigorosa dessas regras impedirá a propagação do vírus”, disse o anúncio oficial do palácio.

Mas o príncipe não é o único líder político do país a contrair o vírus. Na terça-feira (17), Sergio Telles, ministro de estado, também anunciou que seus exames haviam confirmado a doença. Mônaco, país que fica ao sul da França, tem oito casos confirmados de coronavírus e enfrenta um confinamento há dois dias.

Albert é o segundo filho da princesa Grace Kelly e do príncipe Rainier de Mônaco. Nos últimos anos, ele tem sido reconhecido como um forte ativista ambiental.

A realeza britânica também está tomando providências. Por estarem no grupo de maior risco devido à idade avançada, rainha Elizabeth e príncipe Phillip também devem seguir normas de isolamento até o fim da pandemia.

De onde tirar forças para enfrentar a dor:

%d blogueiros gostam disto: