Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Mônaco tem princesas e príncipes, mas por que não tem reis e rainhas?

A dinastia mais antiga da Europa tem uma peculiaridade

Por Da Redação - Atualizado em 8 Maio 2018, 18h55 - Publicado em 8 Maio 2018, 18h25

A Família Real britânica não é a única no mundo. Ainda existem muitas monarquias ao redor do globo, assim como Mônaco. Por lá, entretanto, há uma particularidade. O príncipe Albert é o soberano reinante: Sua Alteza Sereníssima é o chefe de Estado oficial e detém o poder legislativo, executivo e judiciário.

Apesar de herdeiro da dinastia mais antiga da Europa (são 700 anos), ele não tem o maior título, que é o de rei. Seu pai, Rainier, também era um príncipe, e sua mãe, Grace Kelly, sempre foi uma princesa, nunca rainha.

Mas por que Grã-Bretanha, Japão, Noruega, Suécia, Dinamarca e um vários outros países têm reis e rainhas, enquanto o Mônaco tem apenas príncipes e princesas?

Mônaco sempre foi uma nação pequena e, por proteção, aliou-se a Estados poderosos, com grandes governantes. Então, os líderes de Mônaco se denominaram príncipe e princesa. Isso, por definição, tornou a nação um principado. E mesmo com o passar do tempo, o título continuou vigente.

Continua após a publicidade
Publicidade