Betty Faria confessa sofrer de doença incurável em entrevista ao ‘Programa com Bial’

Muito emocionada, a atriz chorou ao relembrar os momentos marcantes de sua carreira ao lado do amigo de longa data, José Wilker, que faleceu em 2014. A entrevista completa irá ao ar neste domingo (16), às 20h, no canal GNT.

A atriz carioca Elisabeth Maria Silva de Faria, mais conhecida como Betty Faria abriu o coração durante entrevista para o novo talk-show homônimo de Pedro Bial, no canal GNT.

Aos 75 anos, a atriz imortalizada por sua personagem Tieta, na novela global de 1989, não conseguiu conter a emoção ao confessar que sofre de uma doença incurável.

“O budismo tem uma coisa assim: dos quatro sofrimentos da vida ninguém escapa. Nascimento, doença, velhice e morte. Então, eu tenho uma doença que não tem cura, que é artrite reumatoide, autoimune. Mas que sacanagem o corpo fez. Se é autoimune, o corpo fez. Se o corpo fez, como é que não desfaz? Ainda não descobriram”, revelou. 

Divulgação/GNT Divulgação/GNT

Divulgação/GNT (/)

A atriz ainda admitiu fazer uso da maconha regularmente: “Eu gosto de maconha, acho que não tem efeito nenhum. É uma mentira dizer que mexe com memória, porque eu fumei muita maconha e nunca tive problema de memória”, completou.

Muito emocionada, Betty chorou ao relembrar os momentos marcantes de sua carreira ao lado do amigo de longa data, José Wilker, que faleceu em 2014. 

“Pensei muita coisa hoje tomando banho, sobre os amigos que perdi nos últimos dois anos. E a morte é uma porrada no ego. Nos dois últimos anos eu perdi os meus melhores amigos. Ninguém mais fala do Wilker. E Claudio Marzo, avô da minha neta querida mais velha, meu amigo de vida toda? E Hugo Carvana? E Roberto Talma? As pessoas não falam mais”, comentou com os olhos marejados.

A entrevista completa com Betty vai ao ar neste domingo (16), no talk-show Programa com Bial, às 20h.