Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

O poder da comida afetiva

Receitas que lembram a infância fazem bem ao corpo e à alma

Por Projetos Especiais Atualizado em 21 jan 2020, 21h53 - Publicado em 2 jun 2015, 15h05

Já ouviu falar de comfort food? O termo, uma tendência em todo o mundo, descreve aquele tipo de comida que traz aconchego e abre portas importantes (e deliciosas) em nosso cérebro. Geralmente são pratos simples, que passam longe da sofisticação dos restaurantes e resgatam memórias gostosas de tempos felizes: o feijãozinho preparado pela mãe, aquele mingau que só a avó sabia fazer, o doce obrigatório de todo Natal em família… E cada um tem uma comfort food para chamar de sua. Para um descendente de libaneses, o quibe terá um valor sentimental todo especial, enquanto uma boa sopa minestra é capaz de fazer qualquer italiano chorar de saudade da mamma. Dedicar um tempo ao preparo de receitas afetivas proporciona muito mais do que sabores gostosos. É um ritual poderoso, que ajuda a relaxar e reconectar com aqueles valores fundamentais que acabamos deixando em segundo plano no dia a dia. Portanto, vista o avental e permita-se esse momento de puro deleite: as receitas a seguir foram pinçadas do livro Dona Benta Comer Bem (Companhia Editora Nacional), um clássico lançado originalmente em 1940.

 

Cocada de colher

AlbertoChagas/Thinkstock
AlbertoChagas/Thinkstock

300 g de açúcar

2 xícaras (chá) de água

3 cravos-da-índia

1 pedaço de casca de canela

1 coco médio ralado em ralo médio

6 gemas

Modo de preparo

1 Misture o açúcar e a água numa panelinha e mexa durante 2 minutos, para dissolver o açúcar.

2 Acrescente os cravos e a canela. Cozinhe em fogo médio por 15 minutos para obter calda em ponto de fio médio.

3 Retire os cravos e a casca de canela com uma escumadeira, eliminando-os.

4 Adicione o coco ralado e mexa com colher de pau em movimento de vaivém, durante 5 minutos. Retire a cocada do fogo e deixe-a esfriar durante 5 minutos.

5 Adicione as gemas e mexa, para que incorporem bem.

6 Leve a panela com a cocada ao fogo e mexa por 2 ou 3 minutos, até levantar fervura.

7 Retire a panela do fogo e deixe a cocada esfriar durante 10 minutos.

8 Ponha na compoteira e sirva.

Continua após a publicidade

Sonhos

Aneta Gu/Thinkstock
Aneta Gu/Thinkstock

massa

2 ovos

1 copo de leite morno

1 copo de água morna

1 copo de açúcar

1 colher (sopa) de margarina

1 colher (sopa) de óleo

50 g de fermento biológico (para pão)

Farinha de trigo

recheio

Goiabada ou creme de confeiteiro de sua preferência

Modo de preparo

1 Desmanche o fermento no leite e na água mornos e no açúcar. Coloque a mistura numa vasilha tampada e deixe crescer.

2 Acrescente os outros ingredientes e vá juntando a farinha e amassando até que a massa se desgrude das mãos (ponto de enrolar).

3 Faça bolas, não muito grandes, coloque-lhes goiabada dentro e frite-as em óleo não muito quente, para não ficarem cruas por dentro. (Se quiser rechear com creme, faça as bolas, frite-as e depois dê-lhes um corte e recheie-as com creme de confeiteiro de sua preferência.)

4 Depois de fritos, escorra-os e passe-os em açúcar de confeiteiro.  

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade