Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Kika Gama Lobo

Por Atitude 50
Focada na maturidade como plataforma pessoal, a jornalista Kika Gama Lobo escreve sobre as sensações e barreiras que as mulheres de 50 anos vivenciam
Continua após publicidade

Agonia dos dias

E assim caminha a desumanidade, num ioiô barra pesada de dias sim, dias não

Por Kika Gama Lobo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
19 jul 2023, 16h10

Eu tento ver o copo cheio, mas a atual sociedade brasileira está doente. De fome, de saúde, de trabalho. Quando olhamos os maduros, dói mais. Aquele olhar parado, aquele banzo sobre o futuro. O que será? A aposentadoria irregular, pois muitos ainda não se organizaram para receber o benefício, as poucas oportunidades profissionais e os custos grandes com remédios – e aquele papo dos achaques que começam a pipocar aqui e ali.

Oculista, dentista, fisioterapeuta, endocrinologistas e tantos “istas” viram assunto nos papinhos dos 50+. Outro ponto é a saúde mental. Ficou no pé. A pandemia agravou o cenário e, hoje, já de volta ao “novo normal”, vemos cada loucura. Gente que toma remédio pra dormir. Pra acordar. Pra transar. Pra pensar. Pra malhar. Viramos uma farmácia ambulante.

Tem também a obsessão green. Novos veganos, mindfulness people e uma gente que recorre a incensos, unguentos, novas terapias, coisas esquisitas como banhar-se em cubos de gelo ou adentrar uma tenda à 50 graus centígrados. Vejo cada coisa. E tento o caminho do meio, um balanço saudável entre o que funciona e o que eu nunca experimentei.

Mas tá foda. A mulher japonesa que ligou quase 3 mil vezes para a polícia por sentir solidão. Foi presa. A dona que jogou nas redes a relação infiel com o influencer famoso que acabara de perder a mulher, no caso, a traída. E, assim, casos e casos sucessivos de egotrip, falta de humanidade e insensibilidade.

Outro dia, no metrô carioca, o homem quase senil, em situação de rua, carregava sua bolsa de urina à mostra enquanto pedida dinheiro para os remédios. Ninguém no vagão levantou os olhos. Aquele moribundo maduro era invisível. E assim caminha a desumanidade, num ioiô barra pesada de dias sim, dias não. E haja Rivotril.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.