Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Academia confirma que Oscar de 2021 será em abril

Pela 4ª vez em sua história, a cerimônia é adiada. Em 2021, acontecerá no dia 25 de abril

Por Ana Claudia Paixão - Atualizado em 15 jun 2020, 17h41 - Publicado em 15 jun 2020, 16h16

Foram meses de especulação, mas a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou hoje (15) que a cerimônia do Oscar 2021 será adiada em dois meses. A data oficial para o próximo ano será dia 25 de abril. Essa é a 4ª vez em toda história da premiação que a festa é atrasada. A primeira foi em 1938, devido à uma enchente em Los Angeles, depois em 1968, quando Martin Luther King foi assassinado e em 1981, após o atentado ao Presidente Ronald Reagan.

O adiamento desse ano, como esperado, foi justificado como consequência da pandemia do novo coronavírus, uma vez que os cinemas foram fechados e ainda não reabriram para o público, forçando o atraso de muitos filmes já prontos para lançar e outros que estavam em produção.

“Por mais de um século os filmes tiveram um papel importante nos trazer conforto, inspiração e entreter durante os tempos mais obscuros. Certamente é o que estão fazendo esse ano. Nossa esperança, ao ampliar o prazo para candidaturas e nossa data de premiação é de promover uma flexibilidade aos cineastas que precisam finalizar e lançar seus trabalhos sem que sejam penalizados por algo que está além de seu controle”, diz em nota o presidente da academia, David Rubin. “O próximo Oscar e o nosso novo museu vão marcar um momento histórico para fãs ao redor do mundo, unidos através do cinema”, acrescenta.

Kurt Krieger/Corbis/Getty Images

A festa que se segue à cerimônia – o Governors Awards Gala – ainda está sem data confirmada. A abertura do Museu das Artes e Ciências Cinematográficas, previsto originalmente para dezembro, também foi adiada para abril para coincidir com o Oscar.

Há poucas semanas a organização fez a primeira alteração em suas regras para ajustar à pandemia, permitindo que filmes que tenham sido exibidos em streaming antes do cinema ainda sejam passíveis de indicação. Antes, para ser considerado, precisava estrear em salas de projeção, eliminando em grande escala as produções da Netflix e da Amazon. Os prazos de submissão também foram ampliados, indo até final de fevereiro de 2021.

Continua após a publicidade

O formato da cerimônia ainda não foi definido. Esse ano foi o primeiro ano que não teve um mestre de cerimônias e, como não se sabe ainda como será a volta de pessoas à locais fechados – como o teatro onde a festa acontece – não é certo se vão manter assim ou como farão com a platéia.

Os indicados serão anunciados no dia 15 de março de 2021. A inauguração do museu terá um baile de gala no dia 17 de abril de 2021,  uma semana antes da cerimônia, no dia 25.  O museu será aberto para o público a partir do dia 30 de abril.

Outras premiações seguem o mesmo caminho da Academia. O `Oscar britânico’, o BAFTA (British Academy Film Awards), também anunciou hoje que a festa que aconteceria no dia 14 de fevereiro passou para 11 de abril de 2021. “Reconhecemos o impacto da pandemia global e acomodamos uma extensão no período de indicação. Maiores detalhes sobre a cerimônia ainda serão comunicados”, diz a nota da Academia britânica.

O Globo de Ouro, prêmio da Associação de Correspondentes Estrangeiros em Hollywood, ainda não se manifestou sobre a possível alteração de data de sua cerimônia, normalmente a primeira do ano, em janeiro. Aguarda-se a confirmação a qualquer momento de que passe para março. Tina Fey e Amy Poehler serão as mestres cerimônia da festa no próximo ano.

 

Continua após a publicidade
Publicidade