CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Saiba como funciona a decoração com base em análise corporal

Método proposto por um arquiteto e uma especialista em análise corporal leva em conta a personalidade do morador ao decorar o ambiente

Por Marina Marques Atualizado em 3 ago 2022, 14h19 - Publicado em 4 ago 2022, 11h00

São muitas as maneiras de iniciar a decoração de um espaço: vale buscar referências no Pinterest, guiar-se por um estilo específico ou até escolher uma paleta de cores. Mas você já ouviu falar na decoração com base em análise corporal?

Chamada de Mundo Studio, a metodologia propõe criar um espaço exclusivo, que foge da arquitetura tradicional voltada para o ambiente e não para o indivíduo. A proposta é aplicada pelo arquiteto Glaucio Gonçalves e pela especialista em análise corporal Livia Romeiro, que uniram suas habilidades para criar um método que traça a personalidade de cada cliente. A ideia é potencializar cada característica na arquitetura e evitar tudo aquilo que causa desconforto e estresse.

Decoração com análise na prática

Foi esse conceito que os profissionais utilizaram para decorar um estúdio de 34m² no bairro Vila Mariana, em São Paulo. O morador apresentava algumas características que demonstravam que seu bem-estar estava conectado a estar cercado de outras pessoas, que gostava de ser notado e que tinha personalidade perfeccionista.

Com 34m², esse estúdio foi decorado com base em análise corporal
Tons claros, elementos orgânicos e um espaço convidativo para receber amigos completam esse estúdio de 34m² | Foto: Mundo Studio/Divulgação

“Na análise, percebemos que o isolamento para esse cliente era algo doloroso e a excessiva cobrança tirava o prazer das sensações. Então, optamos por tomar todas as decisões que tornassem a casa perfeita e um refúgio para os amigos e familiares”, explica Livia Romeiro, coidealizadora da metodologia.

Diante da informação, os profissionais transformaram o pequeno apartamento em um lugar para reabastecer energia, onde ele não se sentisse menos evidenciado ou solitário.

Com 34m², esse estúdio foi decorado com base em análise corporal
A cabeceira macia e cortina de textura leve trazem o conforto necessário para o perfil acolhedor do cliente | Foto: Mundo Studio/Divulgação
Continua após a publicidade

Quisemos tornar os ambientes convidativos para as visitas e que trouxessem um fator de requinte. A presença de almofadas, uma cabeceira macia e o tapete trazem o conforto necessário para o perfil acolhedor do cliente”, explica Glaucio.

Tons e texturas sob medida

Os ambientes pensados pela dupla têm texturas variadas, mas sem poluição visual, o que dá mais simetria. Para evitar que as texturas sobrecarreguem o local, os revestimentos apresentam tons mais neutros, assim como todo o restante da decoração.

Com 34m², esse estúdio foi decorado com base em análise corporal
Para evitar pesar o pequeno espaço, a escolha foi por tons neutros nos revestimentos e detalhes | Foto: Mundo Studio/Divulgação

“As muitas texturas na marcenaria, como o ripado e os recortes personalizados, ajudam na exclusividade e elevam o nível da mobília”, explica o arquiteto. “Com esses detalhes, conseguimos que o morador tenha algo mais único”, completa a especialista em análise corporal.

De acordo com os especialistas, unir todos esses detalhes da arquitetura à personalidade de cada cliente aumentam as chances de uma combinação perfeita, já que é possível considerar cores, texturas, tecidos e outros elementos. Além disso, o processo também leva em conta a maneira com que cada um se comporta diante de uma reforma, deixando cada etapa mais confortável.

“Nosso papel é favorecer aquilo que cada um tem de melhor e evitar o que traz desconforto. A decoração desse apartamento não será convidativa para outros perfis, e o nosso papel é justamente encaixar cada escolha em cada indivíduo, deixando as tendências para trás”, finaliza Glaucio.

Continua após a publicidade

Publicidade