Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Cimento capilar: entenda melhor essa novidade

Esse tratamento japonês sela a cutícula, alinha e dá mais movimento aos fios

Por Fernanda Cury (colaboradora) Atualizado em 21 jan 2020, 22h13 - Publicado em 27 Maio 2015, 10h00

Seu cabelo está fraco, áspero, opaco e cheio de frizz. Você aplica máscaras de hidratação e nada. Ele continua chocho, arrepiado e sem vida… Isso acontece porque as cutículas dos fios estão abertas. Resultado: a água e os hidratantes vão embora. O cimento capilar pode ser a solução. Segundo o cabeleireiro Rodrigo Gomez, do Espaço Glecciano Luz, do Rio de Janeiro, a base desse tratamento é a aplicação de um produto japonês chamado Keiro Ka Subarashii, que une as cutículas uma a uma. Isso recupera o brilho, dá mais volume e balanço e ainda alinha os fios.

É cimento mesmo?

Imagine a construção de uma casa: o cimento une tijolo a tijolo, até subir a parede, não é? Pois nesse tratamento o princípio é o mesmo. “O produto funciona como um cimento intercelular. Ele cola as cutículas dos fios, ou seja, preenche os buraquinhos que surgem na camada externa, recuperando a textura e a aparência de um cabelo virgem e saudável”, explica Rodrigo.

Como é feito?

O cimento japonês é uma massinha que tem em sua fórmula ceramidas e outros nutrientes produzidos sinteticamente, em laboratório. O cabelo saudável contém naturalmente esses componentes, que são eliminados aos poucos, pelas agressões externas, excesso de química e envelhecimento. “Primeiro, o cabeleireiro deve aplicar a massinha no cabelo e deixar agir por cerca de 40 minutos. Para acelerar o processo e potencializar o resultado, é bom manter os fios aquecidos. Depois, enxágua em água fria para dar um choque na fibra capilar. Aí, é só secar e ficar feliz da vida com o resultado”, conta. O processo deve ser refeito a cada três meses, em cabelos virgens, ou a cada dois meses, em fios danificados. Custa, em média, R$ 300.

A importância da manutenção

  • Sempre que possível, deixe o secador e a chapinha de lado. O excesso de calor abrirá novamente as cutículas e aí… Já sabe, né?
  • Hidrate bem os fios sempre que possível.
  • Use água gelada para lavar e enxaguar o cabelo. Ela ajuda a fechar as escamas.
  • Desembarace com um pente de madeira, de dentes largos. Seja delicada para não quebrar a fibra capilar.
  • Produtos tipo leave-in formam uma película que encapa os fios e os protege das agressões externas. Invista nesses cosméticos.
Publicidade