Já ouviu falar de Beyoung Booster? Saiba tudo sobre a nova febre de beleza

Queridinho de muitas blogueiras, o produto está bombando com a promessa de reverter sinais de envelhecimento

Talvez o nome não lhe seja familiar, mas o produto vem fazendo um baita sucesso. Lançado em 2017, o BEYOUNG Booster rapidamente virou uma febre por prometer resultados com ares de milagre.

Auto-definido com um “tratamento anti-idade com efeito acumulativo”, o sérum se vende como capaz de suavizar as marcas de envelhecimento tanto instantaneamente quanto a longo prazo.

Beyoung Booster

 (Reprodução/Reprodução)

Em seu Facebook, a página publica vídeos com avaliações de blogueiras, atrizes e outras celebridades que afirmam usar e aprovar o produto. O mesmo pode ser visto no YouTube, onde diversas resenhas buscam comprovar em vídeo o poder do BEYOUNG.

Por outro lado, não faltam registros desfavoráveis à marca na página do Reclame Aqui. As insatisfações variam entre não realização da entrega do produto à falta de eficácia. Mas há também reclamações de tom mais sério, sobre irritação da pele, surgimento de espinhas e sensação de queimação.

Mas, afinal, o que é esse Booster e como ele realmente age quando aplicado no rosto?

Composição misteriosa

Não adianta procurar no site. A fórmula do BEYOUNG Booster não está disponível para consulta no portal oficial da marca. Para encontrá-la, só dando uma boa fuçada na internet.

Fórmula Beyoung Booster

 (Reprodução/Reprodução)

Água, ok, nada de anormal. Glicerina promove hidratação, prevenindo o ressecamento da pele. Mas e os demais componentes? Para sanar essas dúvidas, recorremos aos especialistas, que avaliaram apenas a formulação do produto. Segundo a Mônica Fialho, dermatologista e sócia diretora da clínica Barraskin:

  • Polyacrylate Crosspolymer-11 atua como um polímero sintético, que reforça os benefícios da glicerina, ajuda a engrossar os produtos e também tem capacidade firmadora.
  • Hydrolyzed Vegetable Protein é uma proteína hidrolisada, que ajuda a potencializar a hidratação e é capaz de reter a umidade
  • Phenoxyethanol atua na conservação do cosmético, fazendo com que ele mantenha a temperatura adequada para uso sem causar nenhum malefício ao consumidor nem perder as suas características principais. Nas fragrâncias ele atua como um estabilizador. Em alguns casos pode ser classificada como componente alergênico.
  • Ethylhexylglycerin tem sido cada vez mais utilizado nas composições, pois tem capacidade antibacteriana e desodorizante.Também pode aumentar as propriedades hidratantes dos produtos.
  • Sodium benzoate é antibactericida e fungicida.
  • Potassium sorbate também é um conservante fungicida comum no uso de cosméticos em geral.
  • Dextran confere ótimos benefícios quando parte de uma formulação. Atua como hidratante e espessante, retendo a umidade, conferindo benefícios como anti-envelhecimento, com efeito anti-rugas, promovendo sensação de frescor e suavidade.

Quanto ao Trifluoroacetyl Tripeptide-2, a dermatologista Mayara Bravo, da Clínica Karla Assed Curitiba explica que “é um tipo de peptídio bioativo sintético em cuja presença o organismo reduz as enzimas que degradam a elastina. A perda da elastina é um dos fatores que causam o envelhecimento da pele”.

“Então ele inibe a enzima responsável por essa degradação e os sinalizadores dos fibroblastos que levariam ao envelhecimento, além de aumentar a produção de colágeno e proteoglicanos. Com isso, tem a proposta de reduzir o envelhecimento cutâneo, com diminuição das rugas e manutenção da elasticidade da pele”, continua.

Ao que tudo indica, o produto – que afirma ser hipoalergênico, com certificados fornecidos pela Anvisa – tem potencial para tratar a aparência envelhecida da pele. Ou, ao menos, mascará-la através do chamado “efeito tensor”, que estica a pele, suavizando rugas e outras marcas de expressão. Efeito que é, aliás, muito enfatizado nos vídeos de teste do Booster.

Efeito permanente?

Em sua página de perguntas frequentes, a marca afirma que “depois de dois meses, [o consumidor] já terá o efeito máximo do produto” e que é possível “reverter algum sinal de envelhecimento ou linhas de expressão”. Todavia, isso não quer dizer que, caso o tratamento seja interrompido, os resultados obtidos até então permanecerão para sempre.

E considerando que até essa promessa de anti-envelhecimento talvez não funcione com todos*, na melhor das hipóteses ainda é possível contar com o Booster para fixar a maquiagem. Sim, ele pode ser usado como um (não muito acessível) primer.

*Segundo o site da marca, “BEYOUNG Booster é um tratamento. Seu efeito pode variar de pessoa para pessoa.”

Leia também: 5 benefícios do óleo preferido de Kate Middleton

+ O inverno é o melhor momento para fazer peelings

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA