Clique e assine com até 75% de desconto

Tipos de intercâmbios de trabalho para quem sonha em ter experiência no exterior

Não precisa abandonar o seu sonho de fazer intercâmbio por causa da alta do dólar. Conheça os programas em que você pode trabalhar no exterior e ajudar a pagar os seus gastos lá fora!

Por Marcela De Mingo (colaboradora) Atualizado em 31 out 2016, 11h31 - Publicado em 30 jul 2015, 18h00

O dólar pode continuar altíssimo, mas isso não significa que o seu sonho de fazer um intercâmbio esteja perdido. Para quem faz questão de ter uma experiência no exterior, existem opções que não só trabalham bastante a imersão cultural, como também ajudam com os gastos. É o caso dos intercâmbios de trabalho, au pair e programas de estágio. Conheça: 

Vote nas candidatas ao Prêmio CLAUDIA 2015

Work Experience
Já ouviu falar de jovens que trabalham em estações de ski ou como garçom nos Estados Unidos? Pois bem, esse tipo de intercâmbio é bastante comum, em que o candidato, entre 18 e 28 anos e com inglês intermediário ou avançado, é contratado para um emprego operacional no país. Os pagamentos começam em US$7,25 por hora e o candidato precisa estar matriculado em uma universidade no Brasil. Vale lembrar que não necessariamente o trabalho em questão estará de acordo com a área de estudos do candidato. 

Cultural Exchange Program
Este é um programa específico da Disney, em que o intercambista trabalha em um dos parques ou hotéis do complexo Walt Disney World Resort, em Lake Buena Vista, Flórida, nos Estados Unidos. As funções, que variam entre garçons, recepcionistas e camareiras, contam com uma média de pagamento de US$9 por hora. O programa dura de 2 a 3 meses, no período das férias de verão no Brasil, e o candidato deve estar matriculado em uma universidade, cursando entre o segundo último período acadêmico, ter no mínimo 18 anos e inglês fluente.  

Au Pair
Um dos programas mais famosos, especialmente para as mulheres, é o de au pair. Basicamente, a candidata, que deve ter entre 18 e 26 anos, é contratada para ser babá de uma família, com direito a moradia e refeições inclusas, além de uma bolsa de estudos, dependendo do programa, para cursos de língua – no caso, o inglês – ou alguma área de intresse da contratada. A duração mínima é de nove meses a um ano e é preciso ter pelo menos 300 horas de experiências com crianças e saber dirigir (com uma carteira de habilitação válida).

Estágio
Para estudantes de graduação, pós-graduação e recém-formados há até 12 meses, uma opção interessante é fazer um estágio no exterior. Nos Estados Unidos, principalmente, existem vagas remuneradas (começando em US$7,25 a hora). Assim como em um estágio no Brasil, o candidato pode começar em funções básicas e evoluir dentro da empresa. A duração mínima é de seis meses e é necessário ter inglês avançado.

Vote nas candidatas ao Prêmio CLAUDIA 2015

Continua após a publicidade
Publicidade