Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Papa Francisco defende educação sexual em escolas: “Sexo é um dom de Deus”

O pontífice também falou a respeito de gravidez precoce e de aborto.

Por Da Redação - Atualizado em 16 jan 2020, 01h44 - Publicado em 28 jan 2019, 12h32

O papa Francisco declarou-se favorável à educação sexual nas escolas em uma recente coletiva de imprensa à bordo do avião papal, quando voltava da última Jornada Mundial da Juventude no Panamá. “Creio que nas escolas é preciso dar educação sexual. Sexo é um dom de Deus não é um monstro. É o dom de Deus para amar e se alguém o usa para ganhar dinheiro ou explorar o outro, é um problema diferente. Precisamos oferecer uma educação sexual objetiva, como é, sem colonização ideológica”, declarou, segundo a agência EFE.

Ele também acredita que esse assunto deve ser abordado em casa e que os professores precisam ser cuidadosamente escolhidos para falar sobre sexo em sala de aula. O papa defendeu, ainda, que esse é o melhor caminho para resolver o problema da gravidez precoce, pauta urgente no Panamá e em tantas outras partes do mundo.

Nem sempre é possível [falar de sexo em casa] por causa de muitas situações familiares, ou porque não sabem como fazê-lo. A escola compensa isso e deve fazê-lo, caso contrário, resta um vazio que é preenchido por qualquer ideologia”. 

Ao ser questionado sobre seu posicionamento quanto às mulheres que fazem aborto, o pontífice falou sobre misericórdia e não usou palavras de julgamento. “É preciso estar no confessionário, ali deve dar consolo e por isso concedi a todos os padres a faculdade de absolver o aborto, por misericórdia”.

Continua após a publicidade
Publicidade