CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Menina trans de 7 anos está na capa da ‘National Geographic’

A versão norte-americana da revista vai abordar, na edição de janeiro, um tema bastante atual: a "revolução do gênero".

Por Giovana Feix Atualizado em 21 jan 2020, 00h25 - Publicado em 16 dez 2016, 12h24

Debi Jackson é mãe de Avery, uma menina transgênero de sete anos, e dona do perfil @transgirl_mom no Twitter. Pelo nome escolhido para sua página, já é possível entendermos o tamanho do orgulho que sente da filha, não é? E, convenhamos: não é para menos.

Em 2015, Debi contou ao mundo a emocionante história de Avery, em um vídeo que viralizou no YouTube. Recentemente, compartilhou no @transgirl_mom uma foto da mais recente edição da National Geographic, que traz na capa uma imagem e citação de sua filha.

A melhor coisa sobre ser uma menina é que, agora, eu não preciso mais fingir que sou um menino“, diz Avery na capa.

Continua após a publicidade

Estou tremendo tanto que mal consigo digitar. Obrigada por incluírem a Avery! #transélindo“.

Avery estampa a capa especial para assinantes da edição de janeiro da National Geographic. Para o primeiro mês de 2017, a revista preparou uma edição especial, chamada de “Revolução do Gênero“, abordando histórias como a desta família.

Além da revista, também foi feito um documentário. Produzido em parceria com Katie Couric, ele vai ao ar no National Geographic Channel norte-americano, em fevereiro.

 

Continua após a publicidade

Publicidade