Laranja, a cor do ativismo que enfrenta a violência de gênero

CLAUDIA se junta ao esforço de 192 países que aderiram aos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra Mulheres e Meninas.

O sábado nasceu mais laranja do que nunca. Nosso time veste laranja, a vibração é laranja, o espírito… laranja também. Em sintonia com os 192 países que aderiram aos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra Mulheres e Meninas.

CLAUDIA se junta a esse esforço que começou, oficialmente, em 25 de novembro e se encerra neste 10 de dezembro. Não por mero acaso, essa é a data de comemoração da Declaração Universal dos Direitos Humanos. As coisas se juntam para se completar: se ainda há mulheres sendo mortas em casa ou na rua simplesmente pelo fato de serem mulheres, os direitos humanos, como um todo, estão ameaçados. Não há paz sob matança.

Na nossa nação, o feminicídio liquida 13 brasileiras todos os dias e nos coloca no quinto lugar entre as sociedades mais sórdidas do planeta. Como aqui as negras são as principais vítimas (vejam: a morte de brancas caiu quase 10% entre 2003 e 2013 enquanto o extermínio de pretas e pardas cresceu 54%), a campanha nacional é aberta em 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra.

Por tudo isso, apoiamos a iniciativa de pintar o mundo com a cor da luz e do alerta proposta pela ONU Mulheres, a entidade das Nações Unidas para a igualdade de gênero e o empoderamento.

Na ação intitulada “Torne o mundo Laranja” ocorreram algumas marchas, flasmobs, festas e passeios de bicicleta. Prédios foram iluminados com a tom da luta. Debates, fóruns e palestras discutiram o tema. Ainda que timidamente – o engajamento deve crescer nos anos seguintes –, essa é uma tentativa de levar o homem a rever as atitudes que colaboram para a perpetuação do domínio sobre as mulheres. O foco neles é a principal marca dessa temporada. Os homens precisam ser chamados para assumir a própria transformação.

Ainda dá tempo de se alinhar ao laranja, usando nas redes sociais o compromisso com a mudança. Adote as hashtags: #OrangeDay #DiaLaranja #16Days e #16Dias.

‘Bora viver em um mundo mais justo, igualitário e feliz.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s